Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 31.05.03
Os Globos de Ouro, Coliseu dos Recreios, Lisboa, ontem



Este ano consegui aguentar o espectáculo até ao fim da segunda parte. As pessoas de bem habitualmente saem antes do final da primeira parte, porque sabem que o mais engraçado é o jantar no Gambrinus e a festa que se seguem (sobretudo o primeiro). Este ano, havia alguma curiosidade pateta em saber se o Herman aguentaria a pressão ou não. Além disso, sabia-se que seria um espectáculo sóbrio de entrega de prémios. Assim, aguenta-se.



Dos Globos destaco as coreografias maravilhosas que acompanharam aquele tema tão jeitoso do Luis Filipe Reis e a do Momento do Pedro Abrunhosa. As russas vestidas de vaqueiras, com calções diminutos (nada contra, juro-vos) a abrirem e a fecharem as pernas suscitaram em mim um sentimento quase de terror. Os circenses que acompanharam o Pedro Abrunhosa fizeram uma coreografia lá deles. O sentimento de piedade veio por ocasião do discurso de agradecimento da Catarina Furtado, revelador de um desesperado pedido de emprego à SIC. Senti muito a ausência do Pedro Namora e do Adelino Granja. Mas o coirão da Felícia lá estava.



Mas vamos ao que interessa: o jantar no Gambrinus. Quero dizer que não volto ao Gambrinus porque ali já não se come bem. Os famosíssimos croquetes estavam massudos e picantes, as torradinhas outrora objecto do meu desejo estavam frias, o clássico meio bife não sabia a nada, as batatas fritas estavam cozidas... Horror! É que nunca mais. Ah! E a boazuda da Alexandra Lencastre estava sentadita ao meu lado. Sempre que a rapariga - de quem gosto muito - abria a boca, eu pensava: "É o Pipi! A Alexandra é o Pipi!" E isto pela linguagem e sobretudo pela graça e a inteligência com que a utilizava.



Por volta das quatro da manhã chegámos à festa no chatíssimo ex-T-Clube. Os fotógrafos já tinham ido dormir e perderam a Maria João Bastos a dançar descalça em cima dos sofás, a Marisa Cruz, a estilista Fátima Lopes e o marido todos juntinhos a fazerem fila para a casa de banho, todos juntinhos a dançar, todos juntinhos a sair, a cretinice do Jorge Mourato (que não é fotografável, ou talvez...), a magreza inesperada da Margarida Martins, a felicidade do casal Nabais. Mas estas festas do social têm poucas excitações; o máximo que pode acontecer é ver-se uma rapariga descalça, de resto... a verdade é que são lentas. A festa dos Manéis, em Abril, foi muito mais divertida e tenho esperança de ver alguma coisa desviante no almoço de amanhã na casa de um barão holandês decadente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:57

...

por Carla Hilário Quevedo, em 30.05.03
A partir de hoje, a época das festarolas está oficialmente inaugurada; which is nice, porque a Antiguidade Clássica e as etimologias são temas limitados. O próximo post será sobre os Globos de Ouro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.03
O grande egoísta que tem o palimpsesto com a parte da Poética referente à Comédia escondido debaixo da cama, que me escreva para bombainteligente@hotmail.com.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:23

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.03
Na mesma aula



Aluna soporífera segunda: Quando lemos um livro sentimos a catarse; sentimos um alívio. É como se fosse uma espécie de cura.

Eu: Depende do livro. Só a perspectiva de ter de ler o Horace, de Corneille, me provoca vómitos.

Professor: Pronto, Carla...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.03
Faculdade de Letras de Lisboa, há umas horas



Professor: O que é a catarse?

Aluna soporífera: É uma viagem, uma projecção daquilo que somos e o seu retorno a nós mesmos; é uma espécie de estranhamento e entranhamento.

Eu: Pois, é a Coca-Cola da Antiguidade...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:57

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.03
Quero agradecer ao Frederico Lourenço por ter traduzido a Odisseia. Estou a ler de lagrimita ao canto do olho... Não morras nunca, Frederico!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:13

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.05.03
Cenas da vida conjugal



- Não há nada pior que um gajo invejoso.

- Pior é ser serial-killer.

- Pois é, querido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:38

...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.03
Gosto tanto do Jornal 2. Ainda há pouco ouvi uma jornalista no Tribunal de Monsanto a dizer o seguinte: "Será por esta porta que entrará Paulo Portas..."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:54

...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.03
Os brasileiros Pró-Tensão e Milton Ribeiro e o argentino Libros No conferem ao bomba inteligente o reconhecimento internacional por que tanto ansiava. Daqui a um nadinha estou a cantar no Olympia de Paris, ó se estou!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:29

...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.05.03
Também quero dar para o peditório das releituras e dizer que releio diariamente o abrupto e o pipi, o gato fedorento e a coluna infame, o modus vivendi e o tradução simultânea e releio, releio, releio...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52

Pág. 1/8