Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 04.10.03
Ainda mal postei os textitos com as minhas teorias profundas sobre homens desportistas e intelectuais quando recebo um e-mail do Vasco a reclamar: "Quanto àquele post sobre a selecção argentina de râguebi, era só para dizer que a selecção portuguesa de râguebi, também está cheia de veterinários, gestores e advogados. E além disso, tem feito grande prestação a nível nacional, tendo sido raras vezes reconhecido o seu mérito." Tem toda a razão! As minhas desculpas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54

...

por Carla Hilário Quevedo, em 04.10.03
Cenas da vida conjugal



Tento provar ao meu marido que esta história de conjugar o desporto com a cultura é uma coisa argentina. Mas é ele que mo prova a mim.



- O próprio Figo tem a inteligência do empresário mas não deve ter lido um livro na vida.

- Isso é porque o futebol na Europa é considerado pelo intelectuais há muito pouco tempo. Na Argentina, não havia aula de Filosofia em que não se falasse do jogo entre o Boca e o River do domingo anterior. O professor conseguia sempre dizer qualquer coisa do género: "Pronto, já sei que vos interessa mais o resultado do jogo do que Hegel, mas..." Quando cheguei a Paris, ninguém falava de futebol na faculdade.

- O Artur Jorge é formado em Literatura, mas foi mau jogador, não foi?

- Sim, e péssimo treinador. Havia um brasileiro que se chamava Sócrates...

- Mas um brasileiro que, apesar de ter esse nome, não ficou para a história?

- Pois... Talvez o maradona saiba mais alguma coisa dele.

- Querido, isto prova que pode haver desportistas com interesse. Mas na Argentina.

- Talvez.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42

...

por Carla Hilário Quevedo, em 04.10.03
A propósitos de homens desportistas e cultos, o maradona lembrou o jogador argentino Jorge Valdano, formado em Filosofia. Valdano é autor de dois livros sobre futebol, responde às perguntas que lhe fazem sempre de maneira inteligente, é conhecido por ser um excelente crítico de futebol e é mais um pesadelo para os homens. Além disso foi companheiro de equipa de Maradona (com maiúscula).



Mais há mais exemplos. Também Bilardo, antigo jogador e treinador da selecção argentina, é médico. E parece que a selecção argentina de râguebi está cheia de advogados, médicos etc. O meu marido diz que é por se tratar de um desporto semiprofissional. Eu acho que é uma coisa argentina e pronto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:23