Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 06.10.03
Há alturas em que se pensa melhor do que noutras. No meu caso, organizo a minha pobre cabeça quando me meto no carro. A conduzir concentro-me. Engano-me a mim própria e convenço-me de que assim poupo tempo: conduzo e organizo o meu dia e, de vez em quando, tenho algumas (julgo que) boas ideias.



Um dia destes, na rotunda do Marquês de Pombal, pensei: "a Oficina devia publicar os escritos do Pipi". E subi a Duque de Loulé, em direcção ao escritório. Entrei, pus o blogue no ecrã de um computador e disse ao Gonçalo: "este rapaz é melhor que o Luiz Pacheco". Amanhã temos livro nas livrarias.



Gostaria ainda de dizer que, quando propus a publicação do livro, não tinha falado com o autor. Havia uma hipótese de ele dizer que não ou de nem sequer me responder. Felizmente para todos nós, nada disto aconteceu.



A publicação do livro O Meu Pipi é apenas maneira natural de reconhecer o talento literário do autor. Bravo, Pipi!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15