Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 08.01.04
Comentário atrasado



Sobre os últimos acontecimentos referentes ao caso Casa Pia gostaria de dizer o seguinte: acho mal que o Presidente tenha falado sobre a carta anónima. Afinal tanto pedido de contenção e quando é preciso que o próprio se contenha, não o cumpre. O outro problema foi ter baseado a sua comunicação num pedido de contenção à comunicação social. O que significa isso?



A comunicação social se erra pode ser punida por isso. Só assim é possível em liberdade controlar o que quer que seja: primeiro falam, depois processa-se. Se tiverem mentido, pagam. As fugas de informação e o crime de quebra de segredo de justiça é que têm agora de ser investigados: quem os faz, com que objectivo etc. e disso o Presidente muito pouco ou nada falou. É que não me parece interessante e, sobretudo, não me parece útil concentramo-nos em quem é manipulado. Pelo contrário, descobrir e punir quem manipula e com que objectivo parece-me essencial. Mas atenção: isso não significa que acredite que existe alguma cabala. O que fica desde já comprovado é o facto de haver quebra de segredo de justiça.



Controlar a liberdade de expressão é contra os princípios da liberdade. Ou bem que há liberdade ou bem que não há. Não há meias liberdades, nem tão pouco existe liberdade para uns e para outros não. Quem infringe as leis (neste caso, quem difama) tem de ser punido pelo que diz e não impedido de falar.



Viver com a liberdade não é fácil. Ah, pois temos de aturar A e B que só dizem disparates e até escrevem no mesmo sítio (jornais, revistas televisões etc.) do que nós. Pois temos. Vão mais longe, são sensacionalistas, querem vender, não têm escrúpulos etc. Pois toca a levá-los para tribunal e pronto. Entretanto, temos felizmente os outros, os muitos que usam a liberdade para informar, para nos alertar e para nos lembrar de que o mundo livre é sempre, apesar de tudo o que é mau, um mundo muito melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10