Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 24.02.04
Ontem, se tivesse havido um ataque terrorista na Bica do Sapato a sociedade portuguesa teria hoje acordado de outra maneira:



- com o Herman SIC suspenso;

- sem putativo candidato a Presidente da República;

- sem o proprietário de um magnífico Ferrari que estava estacionado à porta;

- sem várias personalidades carismáticas do mundo criativo da publicidade;

- sem a vossa blogueadora, respectivo Marido e amigos, todos de bigode;

- e sem a receita do estupendo strudel de caça (agora que escrevo isto até me vêm as lágrimas aos olhos... ando uma lamechas... é o Carnaval; fico impossível).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

...

por Carla Hilário Quevedo, em 24.02.04
Há dois tipos de pessoas que gostam do Carnaval: as bichetes e eu. Muita bicha vi eu ontem, bem vestida, maquilhada e penteada em poses que fariam corar mesmo a alminha mais despudorada da Terra. Ora serve esta introdução para dizer que andei a brincar aos bigodes e às perucas e por isso me atrasei em alguns comentários blogosféricos necessários e sempre pertinentes.



1. O Blogue dos Marretas está de parabéns. Um ano de blogosfera corresponde a uma vida já adulta e é coisa respeitável. Que se prolongue, pelo menos, até à eternidade!



2. A pensar que o meu comentário sobre o Lost in Translation tinha passado despercebido (coisa que me tinha até aborrecido um bocadinho), vejo-me de repente agarrada por uma orelha pelo excelente Alberto Gonçalves que me faz uma pergunta de esfinge: "Carla, se depois disto me disseres que não apreciaste a rábula do MST na TVI, eu juro que volto a ler textos do Pipi em público." Ai. E agora? Digo a verdade ou minto? Errr... arrisco. Eu gostei... do MST, na rábula do arrumador-suicida (como o paninho palestino à volta do pescoço indicava), a imitar a voz do Vasco Pulido Valente. Isso conta como gostar? Não, pois não? Bem me parecia.



3. O Macguffin escreveu que a autora do azul limão seria a nossa Azul do Pastilhas. Chama-se a autora do blogue à recepção para que esclareça afinal a sua identidade.



Adenda: Maria Limonada é o nome da autora do blogue azul limão. Ora, de Azul a Maria Limonada... Fica esclarecidíssimo o equívoco.



4. Não sei se repararam mas o João Pereira Coutinho interrompeu o seu demasiado longo intermezzo. A única vantagem do dito intervalo foi ter aprendido a escrever a palavra intermezzo. Agora que já sei, aproveito para dizer ao João que sei escrever as palavras "pausa", férias", "interrupção" e seus sinónimos em todas as línguas indo-europeias. E nem se atreva a aprender turco, que é uma grande falta de educação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59