Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.04.04
Reparo agora que ao fim de um ano e tal de blogagem, escrevi pela primeira vez no bomba a palavra traba... cofcof... gasp... lhar... Saiu-me, mas agora, ao vê-la ali naquele post, fiquei nauseada. Aaargh...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:17

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.04.04
O Jorge acaba de confirmar as minhas piores suspeitas sobre o Vladimir Nabokov: o homem era um misógino (a sua interpretação da Molly Bloom é de uma misoginia irritante, mas, enfim, perdoável porque bem escrita, bem pensada, tudo bem, menos... enfim). Parece que em Strong Opinions , Nabokov terá escrito: "São necessários três requisitos para se ser bom tradutor: 1) conhecer bem a língua do texto de origem, 2) conhecer bem a língua para a qual se quer traduzir, 3) ser homem." Palhaço...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.04.04
Did you say Atenas? Pronto, chega de blogar! Vou trabalhar. Não sei se repararam, mas temos uma desarassossegada na blogosfera que promete o melhor. Posso tratar-te por \«(.)(.)»/? Filákia de boas-vindas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:03

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.04.04
O Paulo Pinto Mascarenhas escreveu bloguiadores. Gosto muito e se o blogue tiver caixa automática e tecto de abrir é perfeito. Beijos de boas-vindas à blogosfera!



Adenda: weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.04.04
Um ano de blogosfera é muito. É pelo menos o suficiente para perceber qualquer coisa. Comecei nisto um bocadinho a medo porque não fazia a menor ideia do que ia escrever (ainda hoje, sabe Deus) e essa era uma preocupação que para mim se justificava, porque um blogue é uma página pública, que será lida por outras pessoas. A minha ideia era a de dar ritmo à coisa, provocando altos e baixos, ou falando de tudo um pouco. Nada de muito extraordinário para mim que sou, realmente, assim (e se eu o digo...). Claro que há muitas coisas que não escrevo no blogue. Escrevi dois ou três posts de grande tristeza, mas a tristeza já é demasiado íntima para se poder falar dela assim, sem pudor, às claras, para ser lida por quem quiser. Os textos de tristeza provocam um consenso imediato, porque a maioria das pessoas não é feliz. Há uma espécie de conforto nas palavras choradas, como se a beleza estivesse só nas lágrimas. Às vezes, está. Mas para se ser triste num blogue assinado é preciso ser-se o cúmulo do exibicionista e isso já não está ao meu alcance. Há quem não entenda a alegria deste blogue. Não faz mal. Não tenciono explicá-la. Já sabem que aqui podem contar com o exibicionismo da gabardina aberta em estações de metro mas não com prantos em público.



O bomba inteligente serve, sobretudo, para:



- escrever sobre o que me interessa (e sim, a Teoria interessa-me muito mais do que a Ficção);

- festejar tudo e mais alguma coisa.



Sei que a exibição de felicidade é um pecado e que tenho sido castigada por isso. É a vida. Continua a não fazer mal nenhum porque no final vale a pena. Com a lei da compensação sempre na cabeça não me desvio deste caminho de tijoleira amarela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:04

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.04.04
Nunca vos falei da batukada, pois não? Hm... pois, não me lembro de ter falado. Conheço a miúda que é gira de anúncio de champôs e esperta como uma águia. É uma rapariga especial e digo-o com a mãozinha já pronta a agarrar noutro lencinho bordado e... Gosto mesmo dela, safa! A garota tem um blogue que se chama Mood Swing. Alimenta-me isso a posts frequentes e ritmados! Beijos muito grandes de boas-vindas à blogosfera!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:35

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.04.04
Caprichos: a lista dos blogues tem imensas entradas novas, muito giras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:19