Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 06.06.04
Verdades absolutas com adenda incluída: quem nasce Britney não chega a Madonna. Até porque a segunda nunca meteu a língua na criadagem. Em público.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:46

...

por Carla Hilário Quevedo, em 06.06.04
Etimologia hebdomadária



A palavra para hoje está no meu top ten de preferências: aporia. Quando ouço dizer que "essa é uma questão aporética" (sim, estas frases aparecem no meu dia-a-dia), já sei que o caldo não só está entornado como assim ficará. O "a" inicial faz logo com que uma pessoa desconfie de haver falta de qualquer coisa, como se passa, por exemplo, na palavra acéfalo (à letra, falta de cabeça ou sem cabeça). Ora póros, em grego antigo, significa passagem, estreito, e aparece em Demóstenes com o sentido de "recurso ou meio para arranjar dinheiro". Aporía, em grego antigo, significa literalmente sem passagem. Interessante é verificar que a palavra surge em Tucídides com o significado de pobreza. A filosofia pegou no termo e deu-lhe o sentido de "algo que não tem solução" ou de "uma dificuldade lógica insuperável" (tresanda a desconstrucionismo). Às vezes, uma palavrita resolve muitos dos nossos problemas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41