Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.09.04
Confirma-se: já aqui escrevi que não tenho tempo para escrever no blogue, certo? Pois confirma-se! Gostaria, no entanto, de dizer o seguinte: ao contrário daquilo em que durante muito tempo acreditei, o que lemos pode modificar-nos. Não, não. Um momento. É melhor passar isto para a primeira pessoa porque de mim sei eu (saberei mesmo?), já dos outros... Ora, posso agora afirmar que mudei por causa de algumas coisas que li. Essas palavras, além de me terem permitido pensar sobre assuntos de outro modo não me passariam pela cabeça, ajudaram também a que compreendesse outras questões que de facto me atormentavam. Houve alguém que na sua vida, sem saber nada de mim, dedicou o seu tempo a resolver os meus problemas. Deixar que as palavras dos outros (dos que admiro) mudem o que sou é a minha maneira de respeitar profundamente os seus autores. Aprender é isso. O que digo parece vaidoso, mas - read again! - não é. E o sofrimento é do género feminino que nunca leu Séneca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:53

...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.09.04
Eu hoje acordei assim





Natalie Wood

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:19

...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.09.04
Sobre o dia do nascimento: tão quido... hic...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:12

...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.09.04
Ninho de cucos (4)



Pensei, por acaso, talvez por estar cansada, o que teria acontecido se alguém (Alcibíades ou mesmo Críton) tivesse dito fuck off (ou ade gamisou), depois da terceira pergunta de Sócrates. A resposta classe média: Sócrates, ofendido, foi-se embora. A resposta mundana: respondeu com uma piada e mudou de grupo.



Adenda: Platão, depois desse episódio impensável, apanhou uma piela de caixão à cova.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:52