Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 18.07.05
Six Feet Under Notes


Nathaniel: You can do anything, you lucky bastard. You're alive!
David: It's not that simple.
Nathaniel: What if it is?

O contacto de emergência era a ex-mulher. Não era possível que em 15 anos não houvesse, pelo menos, uma namorada. A história da morte contada por Nate provoca-lhe vómitos e Rico teme ser esquecido. Partilhar a intimidade e dedicar muito tempo a outra pessoa é adultério. E não basta reconhecê-lo para que fique tudo como dantes. Mas "when people get in your heart... they stay for good". Três cenas importantes neste episódio: o jantar de George, Ruth e Maggie, a descoberta de Nate e o confronto entre David e Michael. Há coisas que, finalmente, se resolvem: George está, de facto, louco (o que será aquilo? delírios de contaminação?); Lisa foi assassinada pelo cunhado (que se mata à frente de Nate e de Barb, resolvendo também a sua situação); e David, embora depois lamente que de pouco lhe valeu, diz o que queria dizer àquele que o traumatizou. A verdade dita por Claire na exposição: "I have no fuckin' idea what these pictures mean." Uma lufada de ar fresco num mundo sempre à procura de significados e intenções e sempre missing the point. Um excelente último episódio.


Agradecimentos: ao Luís (autor da excelente ideia das Six Feet Under Notes), ao Luís Carmelo e à Cláudia por doze semanas de partilha de ideias e de boa conversa. Gostei muito! Obrigada! Next stop: The Sopranos.

Adenda: Luís! :-)))

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

...

por Carla Hilário Quevedo, em 18.07.05
The sound of bomba: M.I.A. outra vez, com Uraqt!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:32