Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 05.04.06
Caracóis, Sandálias e Traições

Image Hosting by PictureTrail.com

Um episódio espantoso. Julgo que o melhor até agora, sendo que os anteriores (talvez à excepção do primeiro, que agora me parece menos bom) foram excelentes. Mas este, muito por causa do Triunfo, sim, foi sumptuoso, luxuoso, colorido, intenso, e, sobretudo, muitíssimo bem realizado. "My dear friend, we have no honour", admite Bruto a Cícero no Senado. César Imperator. César não guarda rancores, nem procura vingança, mas diz a Bruto que não haverá um segundo perdão. Pensaria César que Bruto era seu filho? A lição parece simples: não se pode perdoar. Átia visita Servília e, por momentos tive muito medo daquela água com limão! Cena de antologia, sem dúvida, Cláudia. Octaviano corre a salvar Octávia da indiferença da Grande Mãe do Templo de Cybele à auto-mutilação. Octávia resiste. Octaviano usa bons argumentos: "You call our family healthy?" ou simplesmente: "Your forgiveness is irrelevant. You must come home." Lúcio Voreno apresenta-se ao povo com uma coreografia gira e Níobe ao lado a gritar a quem o ridiculariza (por causa do que diz, não por causa da coreografia). Posca adverte Níobe: "Ladylike, madam, ladylike." Octaviano unta a cara do tio com sangue. César não está a brincar aos deuses: "I'm not playing, this is not a game." César é real, nobre, divino: "I want to suggest purple without actually wearing it." (A melhor frase do episódio.) Não posso deixar de simpatizar com Servília no seu profundo desprezo pelo filho. Quinto, filho natural de Pompeu, aparece e é adoptado por Servília. Voreno e Pulo em decadência e conflito. A vida civil é mais difícil. Bruto humilha-se mais uma vez perante César, por causa dos panfletos falsos. O que fazer dos traidores que se arrastam aos pés de César?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:15

...

por Carla Hilário Quevedo, em 05.04.06
Bomba de Ouro: "Li A Ignorância, A Identidade, A Lentidão e A Imortalidade durante horas de solidão passadas em Lisboa. Dizem-me que é checo e vive em Paris. Mentira. Garanto-vos que fala um Português perfeito e está aqui mesmo à minha frente." Tiago Galvão, no Diário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:02

...

por Carla Hilário Quevedo, em 05.04.06
Porque é que adoro Desperate Housewives (22)

"The receptionist walks away and Gabrielle turns and sees a young lady sitting down looking at a sheet of paper and crying. Gabrielle walks over to her and sits down.

Gabrielle: Paternity test results? I know. I'm in the same situation.
Woman: Really?
Gabrielle: Mm-hmm.
Woman: I just found out the clinic screwed up and gave me an egg that belonged to some lesbian. It was supposed to implanted in her lover, and now my husband's freaking out because he thinks that our baby's gonna be gay!
Gabrielle: Okay. We're in slightly different situations."

Cena do primeiro episódio da segunda série, Next.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00