Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.04.06
Última hora!

Image Hosting by PictureTrail.com

Festa Quase Famosos, na sexta-feira, dia 28 de Abril, no Frágil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.04.06
Passear pela blogosfera é bom e faz crescer

- Uma ideia grouchial! Destacar e premiar o melhor comentador da blogosfera, retirando-o do seu habitat natural, desviando as atenções para o escolhido, expondo-o. Ah, o sustentável exercício do poder... Parafraseando Adília Lopes: "Escolhe quem pode / quem pode escolhe".
- O blogue da Atlântico está uma categoria!
- A Papoilinha gosta de Bikinis com K, keridos, katitas e pekeninos!
- Lord ASS e os seus livros. A ler todas as notas nas fotografias. Uma delícia.
- Os dedos fizeram um "Eu hoje acordei assim" Especial Páscoa e só agora reparei. Lindo! Muito obrigada!
- Agradecimentos também atrasados ao Mar Salgado (embora os festejos se prolonguem por todo o mês de Abril).
- Cristina, obrigada. Uma beleza.
- Há mais divisões possíveis no mundo.
- E como seria o cartoon desta frase?
- Pedro, só desgostos. Adoro, venero, admiro o ponto de exclamação! O ponto de exclamação é alegre, é brincalhão, dançarino, muito giro! As reticências, no entanto...
- Há provas irrefutáveis de humor feminino aqui e aqui; aqui e aqui.
- Caríssimo Luís Mourão, tem toda, toda, três vezes toda a razão. Compreendo perfeitamente. Eu própria fiquei a pensar no raccord de que fala (antes de o mencionar) e a pensar que, no blogue, um dia de silêncio não melhora a interpretação.
- Não sei se já disse isto, mas adoro um blogue que se chama O Jansenista. Descobri-o por mero acaso, saltitando de blogue em blogue e um dia fiquei e voltei e pu-lo na minha lista de visitas preferidas e diárias. Como não sabia o que era um jansenista, resolvi investigar. Segundo o Le Petit Robert um jánseniste começa por ser um "partisan du jansénisme". Seguem-se duas definições: "Personne qui fait preuve d'une rigueur excessive dans ses idées" e "type de reliure classique sobre, sans ornement". Rigoroso e sóbrio. Quanto a jansénisme: "Doctrine de Jansenius sur la grâce et la predestination; movement religieux et intellectuel animé par les partisans de cette doctrine" e logo depois "Port-Royal, berceau du jánsenisme". Cá está! Os exemplos dados pelo dicionário falam de lutas entre jansenistas e jesuítas e foi então que li n'Os Jesuítas, de Jean Lacouture (Editorial Estampa, Lisboa, 1993), que os jansenistas tinham uma "visão do mundo mais implacável do que a de Ésquilo" (366). Longa vida ao Jansenista!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:57

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.04.06
Caprichos

Image Hosting by PictureTrail.com

Pink Prada (para papoutsófilos)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:34

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.04.06
Eu hoje acordei assim...

Image Hosting by PictureTrail.com
Natalie Wood. Cortesia de António Pereira.

... a pensar numa senhora francesa gentilíssima, que disse a seguinte frase: "Tout Paris a eclaté de rire". Que frase extraordinária! Seria impensável que uma senhora inglesa dissesse tal coisa. Nem espanhola, nem dinamarquesa, nem portuguesa, mesmo de Lisboa. Talvez uma argentina pudesse dizer que "toda Buenos Aires se desatou a rir". Vou perguntar se seria possível. Cada vez mais me parece haver coisas que só podem ser ditas pelos franceses. Descobertas recentes, enfim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:39

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.04.06
Six Feet Under Notes

Image Hosting by PictureTrail.com

Dear friends de Six Feet Under chat: não sei se aguento tanta angústia todas as segundas-feiras. Todas as personagens estão ainda mais deprimidas, desgastadas, arrastadas do que na última série. Se pensarmos que David é o mais saudável - e talvez apenas por ser sensível e conciliador, porque se pensarmos bem, David está completamente apaixonado, o que, segundo Séneca, por exemplo, não era grande sinal de saúde -, estamos perante um cenário de horror. Brenda vê o vídeo do casamento de Nate com Lisa para não fazer a mesma coisa. Tanto quis ser diferente que conseguiu (desculpem o comentário horrível, mas a cena do aborto no dia anterior ao casamento e o comentário tão óbviozinho sobre o sangue da morte na brancura do vestido, suscitam o pior que há em mim). A psicose regressiva de George, o dating compulsivo de Ricko, a incapacidade de Ruth, a imoralidade de Billy, a loucura de Claire, o egoísmo de Keith... só o cansaço de Nate me parece interessante. Os três irmãos sentados na escada a fumar erva. Ficaram de fora a grávida, o chato e o doido varrido. Quem? Brenda, Keith e Billy. Ah! Teresa Heinz Kerry mencionada pela horrorosa mãe de Brenda (estão a ver? só me apetece chamar nomes às personagens!) O pássaro agoirento a comer o bolo de noiva. Ai, pior só mesmo o início. Não sei como interepretar a morte incial. Afinal o que é que mata: a repressão ou a psicoterapia?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:41

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.04.06
Porque é que adoro Desperate Housewives (26)

"The world is filled with good fathers. How do we recognize them? They're the ones who are missed so terribly that everything falls apart in their absence. They're the ones who love us, long before we've even arrived. They're the ones who come looking for us when we can't find our way home. Yes, the world is filled with good fathers. And the best are the ones who make the women in their lives... feel like good mothers."

Cena do quarto episódio da segunda série, My Heart Belongs to Daddy.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:31