Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 16.05.06
Isto dá post

Eduardo Prado Coelho hoje made my horrible day. A sério. Bendito seja EPC por ter escrito mais uma crónica absolutamente hilariante de sempre. Três horas depois da leitura do texto ainda me estou a lembrar do encontro das seguintes palavras na mesma frase: "cão Espinoza", "dona do quiosque", "brioche prometido". O título é A arte de perder e trata precisamente dessa coisa tão triste e inevitável nas nossas miseráveis existências que é perder alguma coisa ou alguém. No caso de EPC, as perdas são várias. A perdas tantas, o cronista enumera: "Perdi amigos, muitos. O Zé Ribeiro da fonte, a Margarida Vieira Mendes, o Al Berto aparecem por vezes nos meus sonos". Nada a dizer, perdeu amigos, que infelizmente faleceram. Mas também infelizmente o cronista continua: "Perdi mulheres, muitas, algumas no Brasil, outras em Portugal." Vamos lá a ver: estaremos no mesmo nível metafórico? Aquelas "mulheres, muitas, algumas no Brasil, outras em Portugal" morreram? Ou simplesmente não sabe onde as deixou? Quererá o cronista dizer com isto que não perdeu nenhuma mulher fora do Brasil ou de Portugal? Porque sabe onde as deixou ou porque nunca as encontrou ou porque, metaforicamente, nenhuma morreu ainda? Enfim, se pudesse perder o (meu) tempo, passaria dias nisto. Por último, cita o poema de Elizabeth Bishop que dá o título à crónica, que podem ler aqui no original, numa tradução que tem um cheirinho tropical: "mesmo perder você". Como não há referência ao tradutor, deduzo que EPC tenha traduzido os versos naquela vez em que perdeu algumas das muitas daquelas perdidas. Do outro lado do Atlântico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10

...

por Carla Hilário Quevedo, em 16.05.06
Coisas que melhoram algumas vidas (42)

Gado bovino? Tudo bem! Gato Fedorento, Série Lopes da Silva.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09

...

por Carla Hilário Quevedo, em 16.05.06
Porque é que adoro Desperate Housewives (29)

"Bree: It was just awful. George had a ring. His mother and her friend were there with champagne. If I had said no, it would have devasted him.
Dr. Goldfine: So you agreed to marry him just to be polite?
Bree: Well, obviously there's a down side to having good manners."

Cena do sétimo capítulo da segunda série, Color and Light.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:03