Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.08.06
Estado em que se encontra este blogue

Image Hosting by PictureTrail.com
Monica Bellucci

A segunda fase da exploração mineira segue a toda a velocidade. Até daqui a uns dias!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:35

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.08.06
Soprano Talk (7)

Image Hosting by PictureTrail.com

Ben Kingsley as Himself e Lauren Bacall as Herself. Bem me tinha parecido que no Vesuvio se andava a comer muito mal e que Artie Bucco era um belo chato de galochas que espantava a clientela. Belo episódio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33

...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.08.06
Bom em todas as línguas

MUSIQUE GRECQUE

Tant que cette musique durera
nous serons dignes de l'amour d'Hélène de Troie.
Tant que cette musique durera
nous serons dignes d'avoir trouvé la mort à Arbèles.
Tant que cette musique durera
nous sons croirons au libre arbitre,
cette illusion de chaque instant.
Tant que cette musique durera
nous serons la parole et l'épée.
Tant que cette musique durera
nous serons dignes de l'acajou et du cristal,
de la neige et du marbre.
Tant que cette musique durera
nous serons dignes des choses communes
qui ne le sont guère aujourd'hui.
Tant que cette musique durera
nous serons la flèche dans l'air.
Tant que cette musique durera
nous croirons en la miséricorde du loup
et en la justice des justes.
Tant que cette musique durera
nous mériterons ta grande voix, Walt Whitman.
Tant que cette musique durera
nous mériterons d'avoir vu, du haut d'un sommet.
la terre promise.

Jorge Luis Borges, Oeuvres Complètes II, Éditions Gallimard, 1999, p. 958.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09

...

por Carla Hilário Quevedo, em 28.08.06
Dos Antigos: quando escrevi este post, um amável leitor disse-me: "Tão simples como aquele momento em que Édipo soube que tinha morto o pai." Ando a pensar nisto há um tempo. Concordo assim-assim, que é como quem diz: depende. Parecia tudo bastante simples até Édipo conhecer a verdade sobre o seu destino, desencadeando a violência bem conhecida: suicídio de Jocasta, cegueira auto-infligida. Mas até àquele momento, as coisas eram relativamente simples (nota importante pouco depois do início do post e entre parêntesis: não podemos esquecer a economia de tempo na peça, que necessariamente leva a que pormenores importantes sejam omitidos. Convém ainda lembrar que se trata de uma tragédia e não de uma notícia). Ao fugir da sua terra natal, para não matar o pai como o oráculo previra, Édipo acaba por matar um viajante numa encruzilhada. Chega a Tebas, responde à pergunta da esfinge, salvando a cidade da peste, e casa com Jocasta, a rainha, acreditando ter escapado ao destino. O momento em que Édipo sabe a verdade é simples, embora não seja fácil. Aquele momento não é complicado (mas, isso sim, difícil), se partirmos do princípio de ser essa a verdade. É como se naquele instante tudo se conjugasse e fosse por isso bom (no itálico leia-se "isto é muito discutível"). O momento da verdade - o momento em que conhecemos, em que sabemos, em que juntamos as peças soltas - é um instante luminoso. Talvez por isso os filósofos sejam os únicos seres nesta terra de facto felizes: felizes porque conhecem ou porque têm a capacidade de conhecer. Mas voltemos a Édipo, que não era filósofo. O amável leitor alertou-me para o seguinte problema: não há provas de ter sido Édipo o autor daquele crime. As testemunhas são frágeis (segundo me lembro, há apenas uma testemunha) e a questão do tempo - entretanto passou muito tempo desde a morte de Laio, embora não pareça - não pode ser esquecida. E é por isso que um dos "assins" dito no início deste post é de concordância: o momento pode não ser nada simples, mas totalmente confuso, apenas o princípio do fim. Talvez seja assim: se é verdade que Édipo matou o pai, o momento é simples, apesar de tudo o que acontece depois, porque é claro; doloroso, mas luminoso, uno, absoluto. Se, pelo contrário, é mentira, o momento é complicado, diabólico, escuríssimo. Resta saber em que acreditamos. E assim temos mais uma divisão do mundo: aqueles que acreditam que Édipo matou o pai e os outros que se convenceram de que tudo não passou de um terrível mal-entendido (os mesmos que duvidam da autoridade dos oráculos). Só posso dizer que tenho dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:52

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.08.06
Blockbomba: North Country (uma espécie de Norma Rae em versão boazona, mas com um final demasiado a despachar). Inside Man (bom filme). A History of Violence (excelente).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.08.06
O bomba inteligente feito pelo You Tube©

Terceira (e, por agora, última) série de sketches preferidos de hoje de sempre e, mesmo assim, por ordem de preferência:

1. Very Drunk - The Fast Show.
2. Work Place Wanking - Big Train.
3. G-String - Smack the Pony.
4. Dawn's Doctor Visit - French and Saunders.
5. Dead Parrot - Monty Python.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:39

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.08.06
Modo de vida (continuação): perceber que conhecimento é tranquilidade, alegria e felicidade (só para os terceiro, segundo e primeiro lugares do pódio, respectivamente).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:35

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.08.06
Muitos parabéns! O Blogame Mucho celebrou o seu terceiro aniversário e juntou-se assim à brigada do reumático blogosférico. Continuação de óptimas bloguices desalinhadas e desordenadas, "ao sabor dos humores, das perplexidades e das alegrias" dos seus autores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:27

...

por Carla Hilário Quevedo, em 27.08.06
Eu hoje acordei assim...

Image Hosting by PictureTrail.com
Kate Moss

... sim, é verdade que tem estado uma ventania doida, mas o que está mesmo é calor. E hoje, que é noite de cerimónia de entrega dos Emmys, cheguei à conclusão de que a maior parte das séries televisivas me aborrece. Não tenho citado nada de Desperate Housewives porque perdi um episódio e deixei de seguir. Esta segunda série é fraca e não sou só eu que acho, porque vejo que quase não tem nomeações (ao contrário do que aconteceu no ano passado). Já gostei mais de House. A segunda série é boa, mas, por vezes, não vejo os episódios até ao fim porque perco o interesse a meio. CSI já desapareceu do meu plano televisivo há muitos meses: uuuuuhhh, boring, tup, tup, tup, tup... A última série de Six Feet Under foi o que se viu (ou não, no meu caso). A série com mais nomeações este ano parece ser 24, mas o problema é que achei a anterior tão delirante que perdi o entusiasmo. Só agora começo a gostar da sexta série de The Sopranos. Mas adorei Rome e aguardo ansiosamente a segunda série e sempre que vou à Fnac, vejo se já saiu a segunda série de Carnivàle. Gostei muito da segunda temporada de Deadwood e gostava de ver a terceira. Agora só há uma série que não perco (já vai na segunda época). Chama-se The Shield. Dessa gosto muito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:55

...

por Carla Hilário Quevedo, em 26.08.06
O bomba inteligente feito pelo You Tube©

Segunda série de sketches preferidos de hoje de sempre e, mesmo assim, por ordem de preferência:

1. Lord of the Rings - French & Saunders.
2. Association Football - Harry Enfield.
3. The Germans - Fawlty Towers.
4. Staring Final - Big Train.
5. Dating Agency Videos - Smack the Pony.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:17

Pág. 1/7