Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.10.06
Passear pela blogosfera é bom e faz crescer

- O Mário foi à Postex e conta tudo aqui, aqui e finalmente aqui. Uma maravilha!
- O caríssimo Je Maintiendrai acordou hoje muito ao estilo Bomba Attenborough e com uma espantosa música de fundo. Mais uma pessoa tem o Hit Palast!
- Martha Nussbaum em Port-Royal. Obrigada, Jansenista!
- O besugo põe a palavra "oligofrénico" em cima da mesa blogosférica. Bem haja.
- A trip down memory lane... O Almocreve das Petas invoca Ursula K. Le Guin.
- As perguntas de Rogério Casanova são muito pertinentes. Quero responder: 1) depende sobretudo da disposição para responder (em privado ou em público) nesse dia; 2) em privado, sempre; e 3) deve. O destaque é a minha maneira de dizer "hi, there! parabéns pelo blogue". Quanto à música no bomba, juro que se soubesse activar (ou desactivar ou outra coisa qualquer que me escapa) o botão parar na barra em cima, fá-lo-ia sem hesitar. Boas bloguices!
- O blogue da Atlântico volta a estar uma categoria, com um maravilhoso post só para chatear.
- Para terminar, um Separados à nascença que é um mimo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17

...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.10.06
The sound of bomba

Ich find' mich selber sonderbar
Ich nenne alles Waldemar,
Mein Auto und den Hund;
Den Vogel, den Chauffeur sogar,
Die nenn' ich alle Waldemar
Und das hat seinen Grund.

Er heißt Waldemar, Zarah Leander

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:13

...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.10.06
Bom em todas as línguas

"To return to Cleopatra; Plato admits four sorts of flattery, but she had a thousand. Were Antony serious or disposed to mirth, she had at any moment some new delight or charm to meet his wishes; at every turn she was upon him, and let him escape her either by day or by night. She played at dice with him, drank with him, hunted with him; and when he exercised in arms, she was there to see. At night she would go rambling with him to disturb and torment people at their doors and windows, dressed like a servant-woman, for Antony also went in servant's disguise, and from these expeditions he often came home very scurvily answered, and sometimes even beaten severely, though most people guessed who it was."

Plutarch's Lives, Volume II, Antony, ed. by A. H. Clough, Boston, 2002, p. 521.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47