Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 03.06.07
"This is absolutely not gay"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:03

...

por Carla Hilário Quevedo, em 03.06.07
"You know how I know you're gay?"



De The 40 Year-Old Virgin, um excelente filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58

...

por Carla Hilário Quevedo, em 03.06.07
Eu hoje acordei assim...


Chloë Sevigny

... a pensar numa breve discussão sobre os direitos dos animais tida ontem enquanto comíamos uns deliciosos lombinhos da Barrosã com umas saudáveis batatinhas fritas. Fiquei a remoer no que foi dito (Nuno, já vi o anúncio de que me falaste) e cheguei a várias conclusões - sonhei que estava a ver um coelho a ser morto e posteriormente esfolado e que não tinha conseguido comer o bichinho à Caçador, prato de que gosto tanto - que revelarei um dia num longuíssimo texto (ainda mais longo do que aquele sobre a ira). Depois (seja lá o que isto queira dizer) gostaria de esclarecer como é possível defender a pena de morte ao mesmo tempo que se defende os direitos dos animais mas isso num texto curto que não tem nada que saber. A propósito, Ivan, saudades do Saddam (a rima esteve quase, que nervos)? Projectos não me faltam. Entretanto, em troca de um mísero euro numa Feira do Livro paralela comprei uma biografia de C. S. Lewis só para ler o episódio sobre o famoso encontro com Anscombe que mudou para sempre a vida de Lewis. Gosto muito dessas histórias porque são realmente os encontros que temos que nos modificam - isto se tivermos disponibilidade para perceber como nos podem modificar. Agradeço ao Rui Carmo, ao FNV e ao WR a simpatia. O aniversário já passou. Eu é que levo a vida a festejar, silly me! Finalmente, julgo que a Beyoncé não devia repetir tantas vezes em entrevistas que os vestidos (medonhos diga-se de passagem) que usa nos vídeos e nas apresentações são todos feitos pela mãe. Coloca a senhora numa péssima posição (de pessoa essencialmente de péssimo gosto) e dá a tudo aquilo um ar caseiro e doméstico que torna a coisa desinteressante por mais talento e profissionalismo que haja. Está na hora de Beyoncé largar as saias da mãe. Literalmente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:31