Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.06.07
Que nojo!* Aquele anúncio da pomada para o pé-de-atleta, iaque.

* Nova série.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.06.07
É preciso ter muito azar: o assassino em série de Santa Comba Dão chama-se António Costa. E o jornalista da SIC a repetir o nome até à exaustão, António Costa para cá, António Costa para lá e António Costa ficou com uma esferográfica de uma das vítimas e parece que é um trunfo e...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:54

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.06.07
Última estrela a desaparecer antes do dia,
Pouso no teu trémulo azular branco os meus olhos calmos,
E vejo-te independentemente de mim,
Alegre pela vitória que tenho em poder ver-te
Sem «estado de alma» nenhum, salvo ver-te.
A tua beleza para mim está em existires.
A tua grandeza está em existires inteiramente fora de mim.

Alberto Caeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.06.07
Adenda: estava agora a ler o poema outra vez e não gostei tanto. Haverá um responsável por isso? Sim, é o verso "Quem tem alma não tem calma" com a sua rima forçada que compromete a seriedade do resto. Vou pôr outro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:49

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.06.07
Não sei quantas almas tenho
Fernando Pessoa

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem achei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem,
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: "Fui eu?"
Deus sabe, porque o escreveu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:27

...

por Carla Hilário Quevedo, em 13.06.07
Eu hoje acordei assim...


Chloë Sevigny

... ontem pela primeira vez pensei que uma coisa que tinha escrito podia ofender uma pessoa que não conheço e cujo trabalho apreciei muitíssimo. Era uma graça, não tinha nada de especial, mas entrei em pânico - não exactamente porque pudesse ofender mas porque podia provocar nessa pessoa, caso lesse o texto, uma sensação de desconsolo - e fui a correr telefonar. "Ainda posso mudar?" Depois, no meio de uma sardinhada extraordinária, em que participaram sardinhas elegantes e deliciosas, pensei que Peter Singer would not approve of this at all. Andarei assim com tantos problemas de consciência? É certo que me preocupo com a virtude, com a moral, com o dever, com o sublime. Mas na verdade sempre tive essas preocupações. Pode dizer-se que sempre estive muito para aí virada. Como poderia não estar? No entanto, lamento que na selva blogosférica apenas este rapaz tenha feito uma referência - e ligeiríssima - ao que é absolutamente óbvio neste caso da DREN. Será assim tão difícil dizer que está na cara, senhores? Nem sempre é assim tão evidente. Neste caso, felizmente, não há lugar a dúvidas. Nesse meu lamento e no comentário pode parecer que uma pessoa com preocupações éticas não faz observações desse género. Pois não. Estou perante um problema mais ou menos sério. Nada da gravidade desta questão. Como é possível? Bela homenagem a Richard Rorty no Ashram. Só agora pude ler o artigo que recomendou de Martha Nussbaum contra os boicotes académicos, nomeadamente às universidades israelitas. Logo no início, diz Nussbaum: "The third reason why I shall speak abstractly is that I am not a Middle East expert. I have recently completed a book on the Gujarat genocide in India, after studying that incident and its history and context for five years, so I think I am equipped to speak about that case, and I propose to do so occasionally, because it sheds light on some of the issues before us. Above all, however, I shall be looking for general and defensible principles." Isto é autoridade. Lembra um bocadinho Cícero quando dizia que não sabia grego.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:16