Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 08.10.07
On Hearing that the Students of our New University have joined the Agitation against Immoral Literature
by W.B. Yeats

Where, where but here have Pride and Truth,
That long to give themselves for wage,
To shake their wicked sides at youth
Restraining reckless middle-age?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:27

...

por Carla Hilário Quevedo, em 08.10.07
"Tá bem tá, filho"



(Este é um dos meus sketches favoritos do Gato Fedorento. O tema foi desenvolvido no sketch de ontem protagonizado pelo Zé Diogo Quintela com a porteira e o especialista a dizerem o mesmo texto - sobre as acusações recentemente feitas a Kate McCann - utilizando palavras diferentes. Excelente programa!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:27

...

por Carla Hilário Quevedo, em 08.10.07
Adenda: para compensar, o genérico é excelente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:17

...

por Carla Hilário Quevedo, em 08.10.07
Um herói forçado



A nova série televisiva Dexter, em exibição no novo canal de televisão FX, não me entusiasmou tanto quanto eu gostaria. Tinha imensas expectativas (já se sabe que é um mau princípio) relativamente a esta série. A ideia de um assassino em série poder comover os espectadores e fazer com que tomem o partido do mais abjecto protagonista esvaiu-se completamente ainda o segundo episódio não tinha terminado. Dexter Morgan é um especialista forense em sangue que trabalha para a Polícia de Miami. Interpretado por Michael C. Hall (que muitos reconhecerão como o David de Six Feet Under), Dexter passa de polícia nas horas de trabalho para assassino em série nas horas vagas, resolvendo pelas suas próprias mãos casos que a Polícia não conseguiu resolver. Como assassino reconhece facilmente outros da mesma espécie e procede àquilo que pode ser entendido como uma vingança, mas que se trata afinal apenas de canalizar um instinto de morte para criaturas que cometeram crimes hediondos. A questão do merecimento deixa de existir a partir do momento em que percebemos os métodos cruéis utilizados por Dexter para aniquilar os criminosos à solta. De aparente justiceiro passa a ser desprezível e tão-somente um homicida como os outros. Os diálogos são lentos, a acção lenta é e o elenco que acompanha Michael C. Hall é muito fraco.

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 5-10-07.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:10

...

por Carla Hilário Quevedo, em 08.10.07
Gostar de homens©

Rodrigo Roncero


Juan Martín Hernández

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09