Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.11.07
Coisas que melhoram algumas vidas (92)


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.11.07
Bomba de Ouro

"Lista de coisas que eu, como uma garota legal, acho legal:

- Piratas
- Ninjas
- Zumbis
- Monstros
- Robôs
- Aliens
- Fantasmas
- Explosões
- Artes marciais
- Violência em geral
- decapitações, duelos, fraturas expostas, etc."

da Ieda, no Million Dollar Kiss.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.11.07
Blockbomba: Ocean's Thirteen (uma chatice). Shrek The Third (outra chatice). Blades of Glory (uma obra-prima, quase tão bom como Zoolander).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:31

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.11.07
Noël Coward - Don't Let's Be Beastly To The Germans

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.11.07
Noël Coward - Nina

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08

...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.11.07
Eu hoje acordei assim...


Milla Jovovich

... não sei porque é que gosto tanto desta fotografia mas só pode ser verdade que gosto mesmo muito dela porque a tenho guardada há uma série de meses. Dá uma ideia de movimento, deve ser por isso. Eu gosto de movimento. Milla Jovovich parece estar prestes a fazer alguma coisa, como, por exemplo, pegar na Apologia de Sócrates e citar a sua passagem favorita, a do oráculo que responde à pergunta de Querefonte (falecido na época do julgamento de Sócrates - how convenient, a única testemunha que podia interessar ouvir) sobre se haveria alguém mais sábio do que Sócrates. A Pítia (que interpretava em transe a mensagem de Apolo) respondeu que não existia ninguém mais sábio. A resposta parece claríssima mas Sócrates entende que o oráculo é sempre oblíquo, nunca responde directamente às perguntas. É muito difícil comprovar isto como imaginam mas, se bem me lembro, o oráculo por exemplo no Rei Édipo é bastante claro. Teria de confirmar. Seja como for, a partir do final da página 23 até mais ou menos ao final da página 26 (da versão das Edições 70), Sócrates, para comprovar a sentença de Apolo (que sabe pois só os deuses sabem de facto), torna-a ambígua, dá-lhe completamente a volta, faz com que pareça obscura, e isto é simplesmente magnífico: a frase tem de ser o seu contrário para ser verdadeira, e conclui: "O mais sábio de vós, ó mortais, é aquele que como Sócrates, reconheceu que o seu saber é, na verdade, inteiramente desprovido de valor". A verificação das palavras da Pítia (que nem sequer as diz assim mas isto fica para outra altura) passa pela comprovação da sua obscuridade e por uma explicação oblíqua, o que faz muito sentido porque a verdade não está assim disponível nem o deus fala como nós. Ou isso, ou naquele dia Apolo abriu uma excepção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:53