Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 21.01.08
Sobre a data

"The day of publication was becoming, in Joyce's supersticious mind, talismanic. He wrote Miss Weaver on November 1, 1921, 'A coincidence is that of birthdays in connection with my books. A Portrait of the Artist which first appeared serially in your paper on 2 February [his birthday] finished on 1 September [her birthday]. Ulysses began on 1 March (birthday of a friend of mine, a Cornish Painter [Bugden, who was half Cornish]) and finished on Mr. Pound's birthday [October 30], he tells me. I wonder on whose it will be published.' Chance was too important for Joyce to allow it complete freedom; he resolved to have the book appear on his fortieth birthday, February 2 (...)".

Richard Ellman, James Joyce, Oxford University Press, New York, 1983, p. 523.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:03

...

por Carla Hilário Quevedo, em 21.01.08
Ideias (quase) feitas sobre as mulheres

Se é gorda é porque é uma gorda; se é magra é porque é infeliz; se é solteira é porque tem mau feitio; se é casada é porque a família queria muito; se é divorciada cai o Carmo e a Trindade; se é infiel é porque se libertou do pai; se tem um filho é porque tem só um; se tem dois é porque a família queria muito; se tem três é porque não tem mais que fazer; se não tem filhos é porque é uma egoísta; se gosta de ler é porque não gosta de sexo; se gosta de sexo é só porque desde 2 de Fevereiro de 1922 que não se publica um livro decente; se gosta de escrever é porque quando tinha seis anos atirou uma pedra à cabeça de um menino e viu sangue e lágrimas pela primeira vez; se ri é porque está sempre a rir; se chora é porque é falsa; se é exuberante é porque é histriónica; se é burra é porque é bonita e a beleza precisa de dedicação; se é feia é porque é estúpida, dizia um grego velho; se tem vinte anos é uma adolescente; se tem trinta é balzaquiana; se tem quarenta, tem idade para ter juízo; se tem cinquenta está muito bem; se tem sessenta ninguém diria; se tem setenta parece que tem sessenta; se tem oitenta chama-se Agustina Bessa-Luís. Sobre os homens nunca há tanto a dizer.

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 19-01-08.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:28

...

por Carla Hilário Quevedo, em 21.01.08
Educação musical (35)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20

...

por Carla Hilário Quevedo, em 21.01.08
Educação musical (34)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:10

...

por Carla Hilário Quevedo, em 21.01.08
Educação musical (33)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:04