Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"I hate old age"

por Carla Hilário Quevedo, em 30.04.08

 

Vale a pena ouvir esta entrevista a Betty Page, que pediu para não aparecer porque queria manter a imagem do que foi. Tem uma voz doce e um sotaque do sul americano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:47

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 30.04.08

Betty Page

 

... se o YouTube não existisse, dificilmente teríamos acesso a estas imagens. As duas performances de Betty page são magníficas. Gosto sobretudo da insistência em esticar muito os braços e as pernas, como se estivesse a fazer uma ginástica qualquer. Mas é obviamente encantadora, e em todos os instantes, sempre sorridente e alegre. E depois o momento hilariante do stripzinho em que tira a mini-saia e nos deparamos com umas cuecas de gola alta prateadas, tipo fralda. Os anos cinquenta foram uma loucura de erotismo e sedução.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:38

Sister Sledge - He's The Greatest Dancer

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:05

Eric Burdon - Hold On I'm Comming

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58

The Animals - Please Don't Let Me Be Misunderstood

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:33

Ninho de cucos

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.08

- Quem é o meu pitbullzinho, quem é?

- Miau!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:09

Rádio Blogue: O caso Esmeralda

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.08

Quando Aidida Porto entregou a sua flha de três meses aos cuidados de Luís Gomes e Adelina Lagarto, fê-lo porque não tinha condições para a criar e porque o pai não assumira as suas funções. Que mulher, no lugar desta mãe, não faria o mesmo? Esmeralda Porto tem, assim, duas mães, uma biológica, Aidida Porto; e uma afectiva, Adelina Lagarto. A criança tem ainda dois pais: Baltazar Nunes, o pai biológico; e Luís Gomes, o pai afectivo. Biologia e afectividade nem sempre andam de mãos dadas, é certo. Aceitemos, por isso, o novo vocabulário. São, infelizmente, muitos os casos de pais biológicos incapazes de sentir afecto pelos filhos. Esmeralda, pelo contrário, tem sido muito pretendida por todos. Sou capaz de ser a única pessoa no País assustada com este caso de overdose afectiva, embora também por causa da demora em resolver o destino de quem não parece tido nem achado no processo: a criança. Após mais um adiamento de entrega ao pai biológico, os quatro intervenientes no processo serão ouvidos no dia 12 de Maio a propósito dos pedidos de regulação do poder paternal feitos pela mãe biológica e pelo casal afectivo. Se a decisão for a favor dos pais afectivos será uma sentença ilegal? É correcto dar uma oportunidade ao pai biológico? O que é melhor para a Esmeralda?

 

Publicado ontem no Meia-Hora. Deixe a sua opinião através do número 21 351 05 90 ou no Jazza-me Muito. Os seus comentários vão para o ar na Rádio Europa à sexta-feira, às 10h45, e ao domingo, às 14h15.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:11

Ratzinger limpa a casa

por Carla Hilário Quevedo, em 28.04.08

A visita do Papa Bento XVI aos Estados Unidos da América não podia ter corrido melhor. Em nenhuma apresentação pública o Papa perdeu tempo ou deixou passar a oportunidade de afirmar os seus princípios e os seus objectivos. Pediu desculpas pelos escândalos de pedofilia protagonizados pelos sacerdotes católicos e deu uma descompostura aos bispos por não terem sido mais rigorosos e vigilantes. Na Sinagoga de Nova Iorque, o Papa confirmou a fraternidade especial com o povo judaico e defendeu a solução do conflito israelo-palestiniano com a criação de dois estados. Nas Nações Unidas, como era esperado, falou da paz, mas não foi pacifista quando exigiu que, no caso de ter de haver intervenções mais agressivas, fossem consensuais e legais. Condenou ainda a tortura. No Ground Zero rezou pelas vítimas mas também pelos terroristas, pedindo que desistissem do ódio e da violência. Na missa de despedida num estádio de baseball, lembrou que a Igreja privilegia a vida e condena o aborto. Não há dúvida de que Ratzinger é o Papa certo na luta contra o relativismo e o conformismo. Os católicos estão em muito boas mãos.

 

Pubicado na Tabu, Cinco Sentidos, 25-04-08.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:01

É isto

por Carla Hilário Quevedo, em 28.04.08

"Não quero ser agressivo e não quero magoar ninguém. Há muitos anos que tenho a preocupação de não magoar ninguém. As pessoas não precisam de mim para se magoarem, já se magoam tanto a elas mesmas." António Lobo Antunes em entrevista à Ler. Só diz coisas muito boas, como sempre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59

Neil Young - Like a Hurricane

por Carla Hilário Quevedo, em 28.04.08

 

Grande canção! Magnífico Neil Young! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:50

Pág. 1/11