Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Em grego, pénde (muito actualizado)

por Carla Hilário Quevedo, em 03.04.08

 

As razões para manter o blogue há cinco anos ininterruptamente são as melhores. No blogue posso ter fotografia, música, vídeo, texto ou só uma frase que nos dias seguintes se torna uma série porque me soa bem ou me diverte, a que acrescento depois outras coisas que se relacionam com aquela e que entram na brincadeira. O blogue é uma espécie de motor de criatividade e imaginação. Isso não é importante para muitas pessoas. Para mim, é. No blogue tudo é urgente, temporário e permanente, e isso é... mágico? Como se fosse pouco, no blogue é realmente possível ser original, criativo, artístico. Não converso tanto como antes porque o tempo não é muito, mas a partilha de gostos e de pontos de vista diverte-me sempre. Aos leitores que reclamam do excesso de vídeos, lamento, mas a minha paixão agora é essa. Depois há-de ser outra, é mesmo assim. O blogue continua à medida dos meus gostos e das minhas ideias, por isso é caprichoso. Muito obrigada pelos e-mails carinhosos (alguns com excesso de carinho) que me enviaram. Agradeço ainda à minha querida batukada (Bombsday é o maior dos elogios, muito obrigada), à Rititas (esse tema deve fazer parte da educação musical do Rititi-Boy), à Miss Pearls (e o salmão tem sentimentos, coitadinho!), ao Jansenista (para mim, light please!), ao Réprobo (vou acabar agarrada a pinguins e focas bebés, ai vou, vou), ao major scobie (beijinhos, Nuno!), à esquilo (blogooooonnnn, é isso!), à Teresa (cinco anos ainda não dá para entrar na primária, pois não?), à Tati (se bem que acordo assim só há uns dois), ao Adolfo Mesquita Nunes (não há boas fotos da Jessica Lange, é uma tristeza), ao Anarconservador (isso de explodir só uma vez por ano, duas no máximo), ao Eduardo Pitta (a quebrar a promessa de não dar os parabéns a ninguém, quel malandre!), ao André Azevedo Alves (respeitável, sim, mas ainda é cedo para a primária), ao Impensado (miau?), à Sam (purrrr?), ao Despertar da Mente (e deitou-se - gasp! - muito bem), à Margarida Pereira (celebrar e celebrar, é isso), à Margot (quero mais folhos e confettis!), ao Amor e Outros Desastres (é preciso muito amor... para actualizar o blogue durante cinco anos seguidos), ao Diogo (laranjas, bananas, peras...), ao Lourenço Cordeiro (de meia década a meio século é um pulinho!), ao Luís (oh, que bonito), ao Francis (a foto das mochilinhas é linda!), ao Paulo Pinto Mascarenhas (muitos beijinhos e força!), à Ana Cláudia Vicente (sempre a tempo!) e ao Sapo pelo destaque de aniversário. Obrigada a todos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:24