Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Judy Garland - I Don't Care

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:46

Peggy Lee - I Only Have Eyes For You

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:35

Judy Garland & Gene Kelly - You, Wonderful You

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:33

É isto

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

"A felicidade não consiste, portanto, ao que parece, em ser libertado do mal, mas em não chegar a contraí-lo." Idem, 478c

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:34

Nem um pingo de arrogância

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

Sempre que se fala da arrogância de Sócrates - do filósofo, por Zeus! não nos vamos agora ocupar de disparates - recuo, não aceito. Arrogante porquê? Porque argumenta até à exaustão por vezes mesmo física de qualquer oponente? Porque está interessado em dizer a verdade? Porque não lhe interessa agradar a este ou àquele, nem ganhar simpatias nem votos (coisa que diz explicitamente no Górgias e é mesmo bom de ler, caramba)? Porque é implacável na sua busca de solução para os problemas que apresenta? Porque não cede nos seus objectivos e prossegue o seu caminho nunca se deixando intimidar pelos inúmeros obstáculos que encontra? Não, Sócrates não era arrogante. Era simplesmente um homem livre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:24

O brilhantismo de Martha Nussbaum

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

 

Thanks, Jansenista!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:09

Já Sócrates sabia isto*

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

"Não achas mau guardador aquele que, tomando a seu cargo um animal qualquer, o torna mais selvagem do que ele era quando o recebeu?" Idem, 516b.

 

* Ainda a propósito dos Cães perigosos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:55

Dos Antigos

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

"(...) a cozinha é a adulação disfarçada de medicina. Da mesma maneira, à ginástica corresponde a toillette, prática malfazeja e enganadora, vil e indigna de um homem livre, que ilude com aparências, cores, cuidados da pele e do vestuário, a tal ponto que, interessadas em exibir uma beleza artificial, as pessoas descuram a beleza natural, proporcionada pela ginástica." Sócrates, no Górgias de Platão, 465b, tradução de Manuel de Oliveira Pulquério.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:41

Bomba-correio

por Carla Hilário Quevedo, em 03.05.08

 

O Ricardo Oliveira fez o favor de me enviar aquela que ele considera a melhor franja da história do cinema - a da nossa Beatriz Costa - relegando para segundo lugar a de Louise Brooks.  Agradeço, muito obrigada. Por mera observação das duas fotografias, tendo a dar-lhe razão. Esta franja é belíssima, grande e compacta, e começa quase a partir do meio da cabeça. Quase todo o corte de cabelo é franja, depende dela, portanto. Já a de Brooks é menos funda, ou menos arrojada, se quiserem. E depois as sobrancelhas de Beatriz Costa, apesar de demasiado finas (desculpem a picuinhice mas há pormenores que fazem toda a diferença), acompanham os olhos, e talvez seja essa harmonia que torna esta cara mais doce. O leve sorriso também ajuda, é certo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:31