Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Goldfrapp - A&E

por Carla Hilário Quevedo, em 16.07.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11

Cinco minutos e 22 segundos sobre Anne Sexton

por Carla Hilário Quevedo, em 16.07.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

Her Kind

por Carla Hilário Quevedo, em 16.07.08

I have gone out, a possessed witch
haunting the black air, braver at night;
dreaming evil, I have done my hitch
over the plain houses, light by light:
lonely thing, twelve-fingered, out of mind.
A woman like that is not a woman, quite.
I have been her kind.
     
I have found the warm caves in the woods,
filled them with skillets, carvings, shelves,
closets, silks, innumerable goods;
fixed the suppers for the worms and the elves:
whining, rearranging the disalign.
A woman like that is misunderstood.
I have been her kind.
     
I have ridden in your cart, driver,
waved my nude arms at villages going by,
learning the last bright routes, survivor
where your flames still bite my thigh
and my ribs crack where your wheels wind.
A woman like that is not ashamed to die.
I have been her kind.

 

Anne Sexton

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:32

Blockbomba

por Carla Hilário Quevedo, em 16.07.08

The Savages (muito bom).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

Modo de vida

por Carla Hilário Quevedo, em 16.07.08

Já há mais de um mês que ando a cantar repetidamente "We all deserve to diiiieeee, even you, Mrs. Lovett, even I". Desço escadas, subo escadas, sempre a trautear esta canção, como se fosse um fadinho. "Because the lives of the wicked should be made brief, for the rest of us death will be a relief." É um tema perfeito, com dois momentos de desespero românticos (quando se refere à mulher e à filha), sons de lâminas a cortar o ar na parte em que angaria clientes, tudo com uma ira triunfal, avassaladora. É possível defender que Sweeney Todd é uma obra perfeita, e ser levado a sério, porque nada ali está a mais nem a menos. Basta estar atento ao que se passa e ouvir, ouvir muito. Isto, Ricardo, para te dizer que a novidade da zona dois é óptima, mas não podemos ver Sweeney Todd em conjunto (já tenho e aconselho vivamente os extras). Porque vou querer parar em muitas cenas, fazer rewind, ouvir outra vez, muitas vezes, passar a cena do barbeiro Pirelli a que não acho graça, ouvir duas ou três canções mais vezes do que outras, analisar todos os pormenores. Em suma, um inferno. Mas o resto do Festival Sondheim caseiro é de certeza uma maravilha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13

A maneira feminina de fazer política (3)

por Carla Hilário Quevedo, em 16.07.08

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10