Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Calma, maradona

por Carla Hilário Quevedo, em 01.08.08

Deixa estar que eu cito. Mas estes arriscam a ser os Jogos mais antipáticos de sempre. 

 

A melhor coisa é a água; o ouro, qual fogo incandescente,

que se distingue na noite, sobreleva a riqueza orgulhosa.

Se anseias celebrar os jogos, ó minha alma,

não busques astro mais ardente que o Sol,

quando fulge, de dia no éter deserto,

não queiras celebrar jogos superiores aos de Olímpia.

 

Início da 1.ª Ode Olímpica, Tradução de Maria Helena da Rocha Pereira, Sete Odes de Píndaro, Biblioteca Sudoeste, Porto, 2003.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:10

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 01.08.08

Rosario Dawson

 

... bem, obrigada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19