Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Adorei, adorei, adorei

por Carla Hilário Quevedo, em 23.02.09

 

A cerimónia deste ano foi a melhor de sempre. A mais breve e bem pensada. Fiquei a ver até ao fim, não por haver uma necessidade de o fazer - e estava a gravar ao mesmo tempo - mas porque queria saber quem ia anunciar o quê e quem ia elogiar quem, o modo como o fazia, as palavras escolhidas, o tempo dedicado, o modo de ler, tudo. A brevidade chama a atenção para os pormenores. E houve imensos! A piada da noite pertenceu a Robert DeNiro sobre Sean Penn: «Como conseguiu estar tantos anos a fazer de heterossexual?» e Hugh Jackman cometeu a proeza de fazer esquecer Billy Crystal. Pelo menos durante quatro horas. «The musical is back!» disse Jackman. «Hallelujah!» digo eu. Quanto a trapos foi também a melhor passadeira vermelha de há muitos anos. Vestidos espan-to-sos. Para já, os meus eleitos em cima. O Armani Prive de Anne Hathaway é beleza no seu estado mais puro: é O Vestido da Noite. Tilda Swinton, sim. Demasiado suave Jessica Biel. Sempre muito gira Diane Lane. Sarah Jesica Parker medonha num Dior soberbo e desadequado para a ocasião. Natalie Portman chocha. Halle Berry pouco fotografada e penteada por 15 dólares - sempre bem. Finalmente, quem vestiu a adolescente de 16 anos Miley Cyrus devia ser pendurado pelos pés.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:18