Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mohawk

por Carla Hilário Quevedo, em 25.02.09

Houve uma indignação geral com a indignação dos que fizeram queixa à PSP por causa da capa do livro com a imagem de "A Origem do Mundo" de Gustave Courbet. Pessoas que vivem num mundo em que toda a gente devia estar, como uma espécie de obrigação, "sexualmente resolvida". Pois tenho mais medo destas criaturas controleiras do desejo alheio e da forma atabalhoada como se exprime do que das outras, que tapam os olhos ou riem descontroladamente perante a imagem. Vivo melhor com as fragilidades dos aterrados pais e mães de família naquela feira do livro do que com as certezas de sopeiras das periferias, que, bem vistas as coisas, nunca deram uma para a caixa, embora estejam muito convencidas da sua competência. Venham os pais e as mães de Braga. Vai tudo para a depilação. Mas venham. À vontade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:33

Tantos Courbet maravilhosos...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.02.09

Gustave Courbet, Young Women from the Village, 1852, oil on canvas; 194,9 x 261 cm, The Metropolitan Museum of Art

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:58

A sobrevivente

por Carla Hilário Quevedo, em 25.02.09

A reportagem Viver com 400 euros apresentada há cerca de uma semana na RTP 1, infelizmente num horário apenas próprio para noctívagos, é um exemplo de excelente jornalismo. Ao longo de um mês, Mafalda Gameiro e o repórter de imagem Jaime Guilherme acompanharam Olga Fernandes, viúva, e o filho Zezinho. Olga trabalha no centro de dia dos Olivais e presta assistência ao domicílio a idosos. O trabalho consiste em ajudar pessoas incapacitadas e é por isso imprescindível. Ganha 437 euros mensais. Líquidos: 380. Preocupada em honrar os seus compromissos mensais de pagamento das contas, Olga vive no pavor de ficar doente e não ser capaz de continuar a trabalhar para sobreviver. De uma dignidade exemplar, conta como lhe custou admitir que não tinha dinheiro para comprar os livros da escola do filho ou como não diz ao médico que não tem possibilidade de comprar medicamentos. A maneira como a reportagem é conduzida nunca permite que a protagonista seja vista como uma vítima. Olga é excepcional na maneira como encara a sua pobreza mas tem o desgaste bem marcado na cara. Só pessoas que não ganham 400 euros por mês se lembram de repetir que o dinheiro não é o mais importante.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 21-2-09.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:24

Devia ter ficado na Argentina

por Carla Hilário Quevedo, em 25.02.09

Era uma das apostas domésticas: Williamson, o mentiroso aterrou em Inglaterra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:12

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 25.02.09

Natalia Vodianova

 

... ao contrário do habitual, este ano não me disfarcei com um pequeno bigode nem com um nariz encarnado nem com umas asinhas brancas angelicais. Desta vez.... adormeci. Carregada em ombros lembro-me de sussurrar qualquer coisa como "o Jamie Oliver estava a cozinhar o prato mais anti-kosher do mundo: vieiras com bacon, que noj..." antes de cair para o lado. Quanto ao caso Courbet, devo dizer que não me espanta. Há uma nova moda de proibir tudo e mais alguma coisa e depois voltar atrás na decisão. Mas que obrigação tem a Polícia de saber que se trata de uma obra de arte? O próprio editor induz em erro as sensíveis almas bracarenses quando escolhe aquela imagem para ilustrar a capa de um livro cujo título é Pornocracia. Além do mais, é capaz de ser um dos quadros mais medonhos da história. Brazilian wax ao poder.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:24