Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 26.02.09

Marilyn Monroe

 

... o caso Courbet é das coisas interessantes que aconteceram nos últimos tempos em Portugal. Repito a pergunta que fiz ontem: Mas que obrigação tem a Polícia de saber que se trata de uma obra de arte? Hoje tenho mais. Há obras de arte feias? É possível amar toda a obra de Courbet ao mesmo tempo que se ignora com idêntica força o quadro em questão? Os cidadãos e as cidadãs têm a obrigação de ter uma "sexualidade resolvida" aos olhos de quem não tem nada a ver com isso? Um homem adulto que se perturbe com uma imagem daquelas é forçosamente uma pessoa esquisita? As mulheres da cidade são mais eficazes que as do campo? O Comando da PSP de Braga devia ser sujeita a um curso intensivo em  História de Arte com deslocações a museus e exposições na Gulbenkian? As pessoas deixaram de confiar nas elites por causa de escolhas gananciosas como a de este editor? O desleixo das francesas já era bem conhecido no século XIX? A origem do mundo podia alguma vez aparecer depilada? Provavelmente não. No início é sempre tudo um bocado confuso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:53