Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 16.06.09

(Brigitte Bardot alonga as costas feitas num oito)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:20

Não vamos nada esquecer o Verão

por Carla Hilário Quevedo, em 16.06.09

Bubble Gum lindos, à especial atenção da Fátima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:18

Esopo actualizado

por Carla Hilário Quevedo, em 16.06.09

A história não é original. Já a temos ouvido em rádios e televisões e lido nas páginas dos jornais: pais biológicos que abandonam os filhos em casa de um casal impedido de procriar. Felizes com o presente inesperado, o casalinho assume a responsabilidade de educar e alimentar o mal-amado. A particularidade da história que passo a contar é os pais afectivos serem um casal de pinguins homossexuais, o que torna o episódio mais fashion que o habitual. Aconteceu na Alemanha, um país francamente mais tolerante nos costumes que o nosso. Os pais biológicos da cria eram pinguins e os pais afectivos também. Quando a cria foi abandonada ainda era um ovo, mas isto é só um pormenor. Um pormenor tão irrelevante que o jardim zoológico declarou no site que «no nosso mundo, os casais e o sexo não levam sempre à reprodução». Nesse mundo, também há pais biológicos que abandonam os filhos e homossexuais que não se importam de os criar. Agora resta observar se o ex-ovo se tornará um pinguim saudável e bem-educado no seio da cultura pinguinista. Talvez o exemplo sirva para nos tirar de vez as dúvidas sobre este problema dito fracturante no mundo dos humanos.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 12-6-09.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:16

Flor de lótus

por Carla Hilário Quevedo, em 16.06.09

 

David Carradine, guru do kung-fu para uns, Bill do Kill Bill para outras, foi encontrado morto num quarto de hotel em Banguecoque. Só isto já era suficientemente bizarro e de difícil entendimento. Mas as notícias que se seguiram e os obituários na imprensa inglesa levaram-me a uma pesquisa nunca antes feita sobre asfixia auto-erótica. Parece que não se recomenda. É mais arriscado que qualquer desporto radical – talvez à excepção do montanhismo – isto de se pendurar pelo pescoço, com cordas atadas nos órgãos genitais. É verdade que o sexo pode matar. Pelos vistos não acontece apenas com a transmissão de doenças. Uma pessoa sozinha num quarto de hotel em Banguecoque pode perfeitamente dar conta do recado. A cena fez-me lembrar um dos mais negros episódios da série de humor britânica The League Of Gentlemen. Numa cave, está um grupo de curiosos do sexo com máscaras e fatos de borracha, todos ligados a uma estranha máquina chamada Medusa, controlada pela sinistra personagem Daddy. O objectivo era experimentar o prazer colectivo pela asfixia. Mas Daddy tem um ataque cardíaco no momento em que tira o ar ao grupo e nada salva os auto-asfixiadores…

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 12-6-09.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:11

A coisa

por Carla Hilário Quevedo, em 16.06.09

Uma reportagem no El País sobre as actividades lúdicas de Silvio Berlusconi na sua casa na Sardenha provocou um enorme escândalo. Tanto que até o nosso Nobel Saramago escreveu um texto inflamado contra o primeiro-ministro italiano mais as suas festas. Antes de falar da mensagem, começo pelos mensageiros. A reportagem no El País é assinada por Miguel Mora. Fiquei surpreendida quando vi o nome de um homem. Quando me apercebi disto já tinha lido o texto e estava pronta a jurar que tinha sido escrito por uma dessas beatas que acreditam que a origem do mal no mundo é o sexo. O tom indignado nada tinha que ver com política nem com ética. Segundo o autor, as decisões políticas e a popularidade de Berlusconi eram meras consequências da sua libertinagem. A frivolidade do jornalista é superior à do seu objecto de estudo, embora comparável aos objectivos do jornal para ter mais audiência. Depois fui ler o ataque virulento de Saramago: uma tentativa ridícula de tornar o primeiro-ministro italiano no diabo. Apesar de não ter simpatia por mulherengos em geral nem pela política de Berlusconi em particular, onde esteve o moralismo de Saramago nas últimas quatro décadas?

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 12-6-09.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:05

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 16.06.09

Brigitte Bardot (bem acompanhada)

 

... Amor, já viste que está ali o James Joyce? Hoje é Bloomsday?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00