Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 06.07.09

Brigitte Bardot

 

... dos inúmeros tangos que ouço e volto a ouvir com Zeus, tenho dois preferidos. Um é o maravilhoso Naranjo en Flor, dos irmãos Virgílio e Homero Expósito. O outro é Cambalache de Enrique Santos Discépolo. Como acontece quando gosto muito de um tema, ouvi todas as versões de ambos. Do primeiro continuo a amar incondicionalmente a versão cantada por Homero Expósito aos oitenta anos de idade. Do segundo, sempre gostei muito de ouvir Julio Sosa, "El Varón del Tango", a cantá-lo com raiva. Mas há tempos ouvi uma versão magnífica de Astor Piazolla com Roberto "El Polaco" Goyeneche, que me fez pensar que esta, sim, era a melhor maneira de cantar este tangaço. Sem ódio, nem pena, alterando um pouco a letra, mas aceitando que é assim e não há nada a fazer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:43