Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



France Telecom

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.11

A recente notícia do suicídio de um funcionário da France Telecom relembra a vaga de suicídios que há cerca de dois anos levou à intervenção do governo de Nicolas Sarkozy. No período de um ano e meio, 44 funcionários da France Telecom suicidaram-se. Segundo os sindicatos, as mortes foram devidas à política selvagem de reestruturação da empresa. Um relatório da inspecção do trabalho confirmou, em 2010, que a France Telecom tinha o objectivo de eliminar 22 mil postos de trabalho, poupando assim sete mil milhões de euros. Transferências abruptas de cidade e mudança repentina de funções eram estratégias adoptadas pela empresa para minar a moral dos funcionários. Foram precisos 44 suicídios para que, em finais de 2009, o número dois da empresa, Louis Wenès, apontado como o principal responsável pelas políticas adoptadas, fosse afastado do cargo. Meses depois, era o presidente executivo do grupo, Didier Lombard, que saía. Pressionado pelo governo, Stéphane Richard assumiu o cargo com a tarefa de alterar as condições de trabalho. Em 2010, 25 funcionários suicidaram-se. Há dias, um homem de 57 anos, pai de quatro filhos, imolou-se no parque de estacionamento à saída da empresa, em Mérignac. O suicídio reabre a polémica sobre a política de «assédio moral» da France Telecom. Uma das estratégias consistia em mudar as funções de empregados altamente qualificados. De um dia para o outro, a empresa fazia ver a estas pessoas que o seu conhecimento e a sua dedicação eram irrelevantes, e que podiam muito bem passar a tratar de avarias. Depois era só uma questão de tempo. Além da France Telecom, os sindicatos devem ser responsabilizados por não terem agido a tempo? Se não tivesse havido suicídios, esta política cruel teria passado despercebida?

 

Publicado hoje, no Metro. Deixe a sua opinião através do 21 351 05 90 ou no Jazza-me Muito. Os comentários que chegarem até quinta-feira, dia 5 de Maio, às 15h, vão para o ar, na Rádio Europa, na sexta, dia 6, às 10h30. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47

Café dos Blogues: o dia seguinte e o programa das festas

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.11

O resumo do debate de ontem está aqui. Nos próximos meses, há mais. Sempre na Almedina do Atrium Saldanha, às 19h.

 

26 de Maio
João Pereira Coutinho, Pedro Lomba e Pedro Mexia (A Coluna Infame)
 
30 de Junho
Ana Margarida Craveiro (Delito de Opinião) e Tiago Cavaco (Voz do Deserto)
 
28 de Julho
Eduardo Pitta (Da Literatura) e Jansenista (O Jansenista)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:36

...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.04.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26