Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 12.07.11

Smile and wave

Um smile and wavezinho para ti, Mood.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21

Um amor tão grande

por Carla Hilário Quevedo, em 12.07.11

Parece que o casamento real monegasco acabou por ser tristonho. Não confirmo porque não vi. Mas li no Telegraph uma notícia sobre os rumores que antecederam a boda. Poucos dias antes do casamento do Casal Sereníssimo, Alberto e Charlene, a imprensa francesa divulgou notícias incómodas para a sua felicidade. A noiva teria tentado fugir do enlace não uma, não duas, mas três vezes. A informação das repetidas fugas da ex-nadadora olímpica parece vir de fontes do próprio Palácio Real. Em causa estará a denúncia de uma mulher de que o Príncipe é pai do seu filho. Com este, seria o terceiro filho ilegítimo de Alberto, que é pai de um rapaz de seis anos e de uma rapariga de 19, ambos fora do casamento. Esta suspeita parece ter levado Charlene Wittstock a querer refugiar-se na embaixada da África do Sul quando foi provar o vestido de noiva a Paris, no mês passado. E quem a poderia recriminar por isso? Amigos do casal desvalorizam as suspeitas de paternidade relaxada e das fugas da noiva e acusam uma ex-amante do Príncipe de ser responsável por esta embrulhada. Alberto era um solteirão cobiçado e o ciúme mói. Tudo por um gordinho irrequieto. As mulheres quando amam ficam cegas…

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 8-7-11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:12

Algemas eleitorais

por Carla Hilário Quevedo, em 12.07.11

Quando o caso Strauss-Kahn começou, além da sordidez do alegado crime, houve dois procedimentos que não deixaram ninguém indiferente: a celeridade da justiça americana e a detenção com algemas do ex-presidente do FMI. Quanto à primeira, quase toda a gente elogiou a rapidez democrática de actuação da polícia nova-iorquina. Tinha de haver indícios muito fortes para haver aquela reacção. Sabemos agora que, além de rápida, a justiça americana foi também atrapalhada, com a agravante de o Procurador, entusiasmado com a notoriedade do suspeito, até ter prescindido dos conselhos da brigada de crimes sexuais e da sua experiência em casos similares de «ele disse-ela disse». Sobre as algemas nos augustos pulsos de DSK, as opiniões estiveram mais divididas, mas, em geral, a indignação sobre o tratamento dado ao suspeito prevaleceu sobre a rotina do procedimento. O efeito político das algemas é tremendo. Os franceses exultam no seu anti-americanismo e as possibilidades de Dominique voltar a lutar pela candidatura à Presidência de França aumentam. Contra ele terá uma minoria composta por mulheres, que, apesar de serem francesas, não gostam de maridos adúlteros.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 8-7-11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:58