Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.11.11

Hepburn + Grant

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:31

Todos dias agora acordo com alegria e pena.

por Carla Hilário Quevedo, em 29.11.11

Antigamente acordava sem sensação nenhuma; acordava.

Tenho alegria e pena porque perco o que sonho

E posso estar na realidade onde está o que sonho.

Não sei o que hei-de fazer das minhas sensações.

Não sei o que hei-de ser sozinho.

Quero que ela me diga qualquer coisa para eu acordar de novo.

 

Quem ama é diferente de quem é

É a mesma pessoa sem ninguém.

 

Alberto Caeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:27

Boa televisão

por Carla Hilário Quevedo, em 29.11.11

Demorou, mas chegou. O canal AXN Black começou finalmente a transmitir The Killing, uma série policial dinamarquesa. Estreada em 2007, The Killing vai na sua terceira temporada (em Inglaterra acaba de estrear a segunda) e nos Estados Unidos fizeram uma versão americana do original. O tema é a história da investigação de um crime especialmente violento com implicações familiares, políticas e profissionais, que se cruzam com a própria investigação. Quem conhece Copenhaga sabe que é uma cidade pequena cujos habitantes não parecem ser cidadãos de uma capital europeia. As camisolas de malha da investigadora Sarah Lund são um pormenor revelador. Não é por acaso que a versão americana da história se passa em Seattle, uma cidade encantadora que não esconde o seu provincianismo. The Killing é diferente das séries a que estamos habituados. Apesar da língua tão estranha para nós como o dinamarquês, e embora a situação da protagonista, a sua mudança para a Suécia, nos seja bastante misteriosa, há no ambiente algo de familiar, palpável, real. Gostei muito dos primeiros episódios e fiquei com uma sensação de toxicodependência televisiva. Já estou viciada nesta série.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 25-11-11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:22

Alfred Hitchcock explica

por Carla Hilário Quevedo, em 29.11.11

1. Diferenças entre mistério (uma perda de tempo) e suspense (criar uma emoção no espectador).

2. Usar os materiais disponíveis ao máximo.

3. Dourar a pílula quando se apresentam as personagens.

4. 'A bomba nunca deve explodir'.

5. O papel crucial da montagem.

 

+1: 'I don't care how you feel. I only know what it's gonna look like on the screen'.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37

"Most people misunderstand what a villain is"

por Carla Hilário Quevedo, em 29.11.11

"He's a nice man who kills women", Alfred Hitchcock, numa entrevista em 1972.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:23