Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



But each day when she walks to the sea

por Carla Hilário Quevedo, em 11.12.11

She looks straight ahead not at me

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 11.12.11
Marilyn Monroe

 

... a pensar na personagem magnífica que é Theis Birk Larsen, o pai da rapariga assassinada em The Killing (parece que a palavra que aparece no título, que para a maioria de nós é indecifrável, quer apenas dizer 'Crime', sem mais nada a acrescentar). Sabemos, embora sem conhecermos os pormenores, que é um homem com um passado violento, que esteve preso e que se redimiu. Ou que luta diariamente para se portar bem. Passou os últimos dois episódios a tentar ter a certeza absoluta de que o suspeito do crime é o assassino da filha. Mas mesmo quando Sarah Lund afirma que o árabe Kemal é o assassino, Theis vacila. Sabe que vai perder a cabeça, e por isso é fundamental ser justo quando tal acontecer. Só assim poderá justificar a si próprio o seu crime. E isto será muito importante na hora de cumprir uma nova pena de prisão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11