Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um dia romântico XV

por Carla Hilário Quevedo, em 03.03.13

Seth MacFarlane canta tão bem The Sadder But Wiser Girl, de The Music Man (1962). Super-Like!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:12

Destaques

por Carla Hilário Quevedo, em 03.03.13

Os diletantes Filibuster Malconfort

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:05

Blockbomba

por Carla Hilário Quevedo, em 03.03.13

Argo (eu gostei).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 03.03.13
Robin Wright

 

... ao contrário do que parece, não tenho estado a dormir. Aristóteles, o verdadeiro percursor desta rubrica, observou que só o que dorme pode acordar. Cá está: se não tenho estado a dormir, também não posso estar a acordar. É óbvio, é lógico. No meio destas horas de pouco sono, vi a trilogia de House of Cards, To Play the King e The Final Cut, com o excelente Ian Richardson. Francis Urquhart passou a ser o meu herói dos próximos dias. É um demónio malicioso, que cita Macbeth tão a propósito. Mas há, quanto a mim, um problema na versão original. A solução de Francis para resolver os problemas é demasiado... definitiva. Espero que não aconteça o mesmo na versão americana, protagonizada por Kevin Spacey. Matar personagens é uma saída, mas obriga a que acreditemos no impossível. Há um lado Soprano em Francis Urquhart que o torna menos complexo. Ah, e melhor do que Urquhart só a mulher dele. Francis falha quando nao segue as sugestões dela e acaba por ser 'salvo' por ela. Francis and Elizabeth, such a lovely couple...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:47