Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Os solteirões

por Carla Hilário Quevedo, em 09.10.14

Amal & George

Amal Alamuddin e George Clooney casaram no fim-de-semana passado em Veneza e a imprensa especializada enlouqueceu. As fotografias de gente a entrar ou sair de táxis-barco invadiram os sites e, no dia a seguir ao casamento, listas das namoradas de Clooney eram publicadas não sabemos bem com que intuito. Talvez a mensagem subliminar fosse qualquer coisa como: 'A diversão acabou, George'. Terá sido uma brincadeira clássica da maioria da pessoas que associa o casamento ao tédio. Para mim, o casamento de Clooney com uma beldade libanesa sofisticada com quem tem vários interesses em comum é uma notícia promissora. Significa que Clooney tem agora uma possibilidade de ouro de se tornar um homem e, se o casamento for feliz, como tudo indica, significa também que há uma mulher que se conhecerá melhor na sua felicidade conjugal. Nada disto no entanto se verificará se forem infelizes. Antes só do que mal acompanhado mas antes bem acompanhado do que só.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 3-10-14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:17