Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Voltaire faria o mesmo

por Carla Hilário Quevedo, em 20.01.15

Bernard Holtrop, conhecido por Willem, é um dos cartoonistas fundadores do Charlie Hebdo. Estava num comboio quando se deu o ataque que matou os seus colegas. Afirmou que nunca participou nas reuniões de redacção porque o aborreciam. Depois da manifestação de solidariedade, disse que os novos amigos de Charlie lhe "davam vómitos". Representantes de instituições, políticos e autoridades eclesiásticas eram os alvos habituais da revista. Não nos devemos alarmar com a expressão 'dar vómitos'. Na revista, as excrescências fisiológicas faziam parte do humor semanal. É, porém, compreensível que Willem a tenha usado para expressar a repugnância de ver pessoas que já tinham sido satirizadas nas primeiras filas da manifestação. As mensagens de simpatia da Rainha de Inglaterra, do Papa e de outros também não podem ser aceites. A sátira não é negociável, o humor é grande e a grosseria o seu profeta. É proibido aceitar a pena ou a piedade dos inimigos.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 16-1-15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:22