Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dos Antigos

por Carla Hilário Quevedo, em 24.02.15

AAGDIXG0.jpg

 Aquiles e Ájax podem estar a jogar gamão neste vaso de Exéquias, ca. 540-530 a.C. Ver Apotheon via Hyperallergic

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Deixai em paz

por Carla Hilário Quevedo, em 24.02.15

Por falar em operações plásticas, li um artigo sincero no The Daily Beast que pode não agradar aos que ficam aflitos sempre que aparece alguém com mudanças estéticas. Grace Gold exorta os que são demasiado atentos aos outros a não falarem tanto de operações plásticas. A razão é simples e de fácil compreensão: lá por não esticarmos o pescoço nem eliminarmos a gordura a mais na barriga, isso não significa que os outros não o queiram fazer. Cada um sabe de si. Depois de atacar os que andam a reparar muito no próximo, Grace Gold pede que se evite falar sobre operações plásticas sempre que aparece alguém operado à nossa frente. Sugiro que o gelo seja quebrado pela pessoa que fez a cirurgia: 'Lembras-te do meu pescoço de peru? Pois já não existe'. Ou então: 'Sabes que toda a minha vida saí ao pai, mas agora isso acabou!'. Se está a pensar fazer tratamentos estéticos, há um site chamado realself.com que pode ajudar a perceber qual é a melhor opção para si.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 20-5-15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:41

Modelo real

por Carla Hilário Quevedo, em 24.02.15

Depois do frenesi com a operação plástica de Uma Thurman, que afinal era só uma questão de maquilhagem, a internet passou a falar com fervor sobre uma fotografia da ex-modelo Cindy Crawford, divulgada com intenções suspeitas e sem conhecimento da própria. A imagem mostra Crawford, de 47 anos, com a pele da barriga e das pernas demasiado envelhecida para a idade. Parece que estamos perante um Photoshop ao contrário. A reacção da maioria das pessoas foi, no entanto, positiva, como se fosse uma boa notícia que uma das mulheres mais marcantes da moda na década de 90 tivesse um aspecto de septuagenária. Para a vizinha, Crawford afinal é 'real', até um bocadinho parecida com ela, imagine-se o disparate. Não gosto dos elogios a uma fotografia que não a beneficia e que parece colocá-la no mesmo plano dos restantes mortais. Como se alguma vez quiséssemos ver a vizinha numa revista de moda. Lamento dizer, mas a tirania da realidade é insuportável.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 20-2-15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34