Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Letra e música

por Carla Hilário Quevedo, em 24.03.15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:02

Ouvidos em sangue

por Carla Hilário Quevedo, em 24.03.15

O massacre auditivo aconteceu há dias quando a TVI anunciou o começo de uma nova novela. A Única Mulher é o titulo desta aventura televisiva que não verei, não por snobismo mas por ódio a novelas. Ainda assim, mesmo com a necessária e pacífica mudança de canal, não é possível escapar aos anúncios com a canção a acompanhar. É costume ser uma 'coisa' (nome técnico) que fica no ouvido, mas desta vez não só fica como faz com que os pobres ouvidos de qualquer pessoa sensível fiquem em sangue. O tema cantado por Anselmo Ralph, além de apresentar as dificuldades de cantar uma frase como, “O que na raiva eu te digo/ Pois é ela a falar por mim” e de tentar uma rima insuportável em “Pois na verdade o que eu sintúúú é que túúú”, tem um refrão que desafia a própria, digamos, melodia. Falo de: “Tu pra mim és a únicamúúlher que me completa”. Não houve ninguém que percebesse o que isto dói? Será dos mesmos autores do verso clássico “tudo foi em vããão, ããão”?

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 20-3-15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58

Quem é o saudável?

por Carla Hilário Quevedo, em 24.03.15

Fazer uma biografia de alguém que nasceu na segunda metade do século XX pode ser um pesadelo por razões opostas às que dificultam a descrição de uma vida antiga. O limite das fontes no segundo caso não existe no primeiro. Suspeito por isso que o filão de biografias sobre Steve Jobs será longo. Notícias sobre Becoming Steve Jobs, uma nova biografia a publicar no fim deste mês, relatam um episódio em que Tim Cook, co-fundador da Apple e amigo próximo de Jobs, depois de uma visita em que ficou impressionado com o estado de Jobs, decidiu fazer análises para saber se poderia doar parte do fígado. Este acesso de altruísmo foi punido com três berros por Steve Jobs, que se recusou a ouvir argumentos que o fizessem mudar de ideias. Segundo Cook, o episódio mostra que Jobs não era o monstro de egoísmo que tem sido retratado. Até diria mais: revela que Tim Cook talvez não estivesse completamente bem e que Steve Jobs, mesmo às portas da morte, era saudável.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 20-3-15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54