Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Enganei-me

por Carla Hilário Quevedo, em 20.10.15

O dia do juízo final é um tema levado a sério por pessoas de fé. Começou por ser repetidamente proclamado por judeus e cristãos. No primeiro milénio depois de Cristo, várias seitas cristãs, tanto ascetas como hedonistas, proclamaram que o fim do mundo estava próximo. Depois do século XI, estas seitas dispersaram-se e, com excepções, desapareceram. Mas nunca faltou um ou outro profeta a anunciar que o fim do mundo estava para breve. Em 1999, até os ateus acreditaram no colapso dos computadores, do sistema financeiro e do que fosse dependente da tecnologia. Tudo por causa do início de um novo milénio. Mas a estirpe ainda se mantém. O Washington Post fala de Chris McCann, líder da seita cristã online eBible Fellowship, que anunciou o apocalipse para dia 7 de outubro. Lá teve de se desculpar, mas insistiu que o fatídico dia está próximo. Segundo o jornal, os seguidores destes catastrofistas não têm dificuldade em perdoar-lhes o erro. Haja Deus.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 16-10-15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:55