Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Feliz 2017

por Carla Hilário Quevedo, em 31.12.16

The Bardot

Salvador Dali, Brigitte Bardot e Gunther Sachs, 1968

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:45

Gorilas do ano

por Carla Hilário Quevedo, em 31.12.16

O ano fica marcado com a morte prematura de Harambe, na sequência de um acidente com uma criança que caiu no fosso dos gorilas no jardim zoológico de Cincinnati. O gorila teve de ser abatido e a decisão indignou muitos defensores dos direitos dos animais que odeiam mais os humanos do que defendem realmente os animais. Tenho pensado nestes casos e concluí que devemos agradecer que estimem os seus animais, mesmo que não suportem o vizinho. Será errado que cada pessoa pratique o bem que está ao seu alcance?

 

história que me encantou foi a do gorila Kumbuka que fugiu por instantes da sua cela no zoo de Londres, numa fuga descrita como "oportunista", sem grandes consequências. Kumbuka escapuliu-se por um corredor pouco antes do jantar. E o que fez o macho alfa de 184kg nos poucos minutos de liberdade? Bebeu cinco litros de sumo concentrado de groselha. A liberdade é doce.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:36

Vídeo do ano, de longe

por Carla Hilário Quevedo, em 31.12.16

 

"The baby iguana of the Galapagos" faz parte desta lista que o Washington Post em boa hora elaborou. A cena espectacular e emocionante do programa Planet Earth II, de Sir David Attenborough, mostra como fazer de morto nem sempre resulta, mas às vezes tudo se resolve com uma "miraculous escape". 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18

Planos para 2017

por Carla Hilário Quevedo, em 30.12.16

Ontem, no Irritações, irritei-me com a palavra "resolução", que me lembra a solenidade de decisões com vínculo jurídico do Conselho Geral das Nações Unidas, para designar aquilo que é apenas um conjunto de desejos ou planos para o ano que começa. Não gosto da palavra pomposa decalcada do inglês, porque dá um peso inútil àquilo que tencionamos fazer. Porém, isso não significa que não tenha a minha lista, que partilho, na medida do que pode ser partilhado. Não quero deixar de fumar (não fumo), não quero emagrecer (peso 55 kg), não me diz nada "fazer detox" das redes sociais em que participo com parcimónia (who cares?) e estou a gostar de voltar ao blogue. Eis a lista:

 

1. livrar-me (no bom sentido) de uma ideia (em Fevereiro);

2. cumprir um prazo;

3. terminar uma coisa;

4. dizer que não, não, não até à conclusão do ponto 2;

5. continuar a fazer ginástica quatro vezes por semana.

 

C0sbrPXXgAECo-w.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:26

Debbie Reynolds (1932-2016)

por Carla Hilário Quevedo, em 29.12.16

A notícia da morte de Debbie Reynolds, um dia depois do desaparecimento da filha, Carrie Fisher, é de uma tristeza sem fim. "I want to be with Carrie" terão sido as suas últimas palavras. Respeitemos a memória de mãe e filha.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:07

Planos para o futuro

por Carla Hilário Quevedo, em 28.12.16

MM2017.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:10

George Michael (1963-2016)

por Carla Hilário Quevedo, em 26.12.16

É uma geração inteira que envelhece hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:42

Truque visual

por Carla Hilário Quevedo, em 25.12.16

cezanne-victoire-courtauld.jpg

Paul Cézanne, La Montagne Sainte-Victoire, 1887

 

"Cézanne has that visual trick of painting a tree branch in the foreground that follows the curve, in the background, of Mont Sainte-Victoire. Look at the pine branch (in the wonderful Courtauld painting of circa 1887, for example) and it brings the mountain forward. Look at the mountain, and the branch recedes. “It’s not the eye that distinguishes distances,” Cézanne seems to be saying. “It’s the mind.” De uma reflexão sobre distância, desejo, ética de drones, Emily Dickinson e Cézanne, aqui.    

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:20

Um pássaro na mão

por Carla Hilário Quevedo, em 24.12.16

744a8d7652fdcb1982f01322389364df.jpg

Henri Matisse, por Henri Cartier-Bresson, 1944

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:55

Melhor do que o original

por Carla Hilário Quevedo, em 24.12.16

A Slate diz que a versão de Stevie Wonder de "We Can Work It Out", dos Beatles, é melhor do que o original. Hear, hear!

 

Life is very short, and there's no time
For fussing and fighting, my friend

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:02

Pág. 1/3