Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ricardo Piglia (1941-2017)

por Carla Hilário Quevedo, em 07.01.17

Fui apresentada em tempos ao escritor e professor Ricardo Piglia e assisti aos seus programas na televisão pública argentina sobre Jorge Luis Borges. Lembro hoje que aqui estão o primeiro, o segundo, o terceiro e o quarto

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:38

Falhar melhor (3)

por Carla Hilário Quevedo, em 07.01.17

Um dos artigos de que mais gostei no ano passado foi escrito por Hadley Freeman. O título Mariah wants $50m from her ex - and it only makes me love her more dizia quase tudo. Mariah Carey ficou noiva de um bilionário adepto da cientologia (que se confunde com "citologia") australiano irrelevante. O noivado acabou 10 meses depois e a diva exigiu 50 milhões de dólares como uma espécie de "compensação pelo incómodo". A imprensa tablóide, que é em geral estúpida, não tem vida e não gosta de mulheres, ridicularizou Mariah Carey. Faço minhas as palavras de Hadley Freeman, que tem a delicadeza de terminar com uma certeira última frase: "Pretty much all my favourite celebrity women have been described as divas – Diana Ross, Cher, Mary J Blige, Carey – because they’re awesome and they demand their due respect (and kittens). Divas act as necessary counterbalances in a world that sees anything other than self-deprecation or self-effacement in a woman as unnatural, ugly and laughable, and if I was the education secretary I would honestly put diva lessons on the school syllabus for girls. So you go get your inconvenience fee, Mariah. You’re worth it and God bless you for knowing it."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35