Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 29.10.05
Bom dia! Concordo com o Ilídio Martins quando diz o seguinte: "O meu problema com o presidente iraniano é ele pensar que o Estado de Israel deve ser «varrido do mapa», o que faz alguma diferença, pois se acho terrível que ele pense dessa maneira já acho bem que o assuma". Sim, é verdade. Não há espaço para dúvidas (caso ainda as houvesse). Mas assim, podemos dizer que o presidente iraniano foi sincero e elogiá-lo por isso? A minha opinião é a de que a sua posição não é de maneira nenhuma elogiável. Quanto à intenção do Ilídio Martins, parece-me claríssima e não quero deixar de sublinhá-la: "Finalmente, a minha ideia ao escrever o post em causa foi chamar a atenção para os que pensam como o sr. Ahmadinejad e se rebolam de gozo por alguém o ter dito por eles, para os que assobiam para o lado ou destilam hipocrisia sempre que alguém fala da existência do Estado de Israel. Grupo a que acrescento, agora, algumas figuras da blogosfera, que se pronunciaram sobre esta matéria com um silêncio ensurdecedor". Agradeço ainda ao Ilídio Martins por ter discutido de forma civilizada e séria comigo. Em dois anos e meio na blogosfera, nunca tal coisa me tinha acontecido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02