Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 02.01.05
Blockbomba: Sylvia. Desde os 20 anos que não ligava nenhuma a Sylvia Plath. Depois de ver o filme - de que gostei muito - dei por mim a reler os poemas e onde via angústia, vejo agora intensidade; uma espécie de calma na loucura que não soube reconhecer naquele momento. Posso agora estar enganada. Será esta uma das vantagens da literatura? Ou do cinema?



(...)

Dying

Is an art, like everything else.

I do it exceptionally well.



I do it so it feels like hell.

I do it so it feels real.

I guess you could say I've a call.

(...)



de Lady Lazarus, Sylvia Plath, 1962.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:09