Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 31.07.08

Rosario Dawson

 

... a pensar numa observação certeira de Agustina Bessa-Luís - que é muito má para as mulheres, sempre muito má, embora tenha razão em dois aspectos que nunca confessarei, nem às paredes muito menos ao blogue - e que é esta: "A sensibilidade extrema vai muitas vezes a par com a crueldade mais refinada" (Dicionário Imperfeito, p. 65). Depois esclarece pouco. Segundo Agustina esta crueldade não tem a ver com o acto de dizer a verdade (o exemplo que apresenta é o do adulto que informa a criança de que o Pai Natal não existe) mas de a dizer sabendo que o outro não está preparado para a ouvir. Penso que está certa. Na maior parte das vezes, no entanto, a crueldade não tem nada que ver com dizer a verdade, sendo apenas uma forma de maldade cujo objectivo principal é magoar o próximo. É certo que nestes casos estamos a falar de gente bruta, sem sensibilidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19