Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Galinha dos ovos de ouro

por Carla Hilário Quevedo, em 16.09.08

 

Vejo no jornal The Guardian, um vídeo sobre um novo tipo de galináceo descoberto por cientistas na Índia. O objectivo é o mais nobre: combater a crise alimentar mundial, sobretudo num país cuja população empobreceu ainda mais na sequência da exploração em massa da criação agrícola. Os animais são alimentados a medicamentos e fechados em gaiolas pequenas em estufas. As galinhas brancas com peitos anormalmente dilatados quase não têm sabor, por isso precisam de temperos e molhos para serem ingeridas. Não são animais tratados com estima, boa comida e ar puro. Ou seja, as poedeiras vendidas ao Kentucky Fried Chicken são infelizes. O Ocidente pobre consome os hambúrgueres e as coxas de frango fritas e depois faz estudos sobre a crescente obesidade infantil. Mas agora tudo vai mudar. Os cientistas recriaram a galinha Giri Raja, uma espécie antiga, robusta e com penas brilhantes. Esta galinha tem a particularidade de não sobreviver em cativeiro. É um tipo de animal que só pode viver ao ar livre e num ambiente sossegado. Volta a haver esperança para as famílias indianas mais pobres. E, de uma forma menos directa, para o mundo também.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 13-09-08.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:27