Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 23.01.07
Má sorte teres sido tão mal lido

"Complexo de castração e inveja do pénis - Esta convicção é energicamente mantida pelos meninos, é obstinadamente defendida contra as contradições que breve resultam da observação e é abandonada apenas depois de severas lutas internas (o complexo da castração). Os substitutos para esse pénis, que sentem faltar nas mulheres, desempenham importante papel na determinação da forma tomada por muitas perversões.

A convicção de que todos os seres humanos têm a mesma forma (masculina) de órgãos genitais é a primeira das muitas notáveis e importantes teorias sexuais das crianças. De pouco serve para a criança o facto de a ciência da biologia justificar o seu preconceito e ter sido obrigada a reconhecer que o clítoris feminino é como um verdadeiro substituto para o pénis.

As meninas pequenas não recorrem a negações deste tipo quando vêem que os órgãos genitais dos meninos são formados de modo diferente dos seus. Dispõem-se a reconhecê-los imediatamente e são dominadas pela inveja do pénis - inveja que culmina no desejo, tão importante nas suas consequências, de serem elas próprias meninas."

Sigmund Freud, Textos essenciais da psicanálise, a teoria da sexualidade, volume II, tradução de Inês Busse, Publicações Europa-América, 2000, p. 74.

Adenda: estou a ler o terceiro volume em português (já que o comprei), mas entretanto decidi passar a uma coisa a sério.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:14