Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Eu hoje acordei assim...

por Carla Hilário Quevedo, em 05.03.11

Lily Allen

 

... aconteceu com os presentes à espera do sucedido, menos eu, que estava longe de tal se poder passar: uma exibição de falta de respeito e má criação na aula refrescantes. A aluna não tinha razão, não estava a fazer uma acusação justa, nem, quanto a mim, uma crítica acertada, mas foi resfrescante na defesa sincera da sua ideia; ou melhor, da sua irritação. O Professor não só suportou o embate, como seria de esperar, como brincou com aqueles berros apaixonados, seguidos de um «o que é que foi?» insolente, sorridente. Claro que tudo isto também foi bom porque houve risos à mistura. Ali, à tarde, houve uma liberdade fresca na aula. Não houve agressividade, nem cinismo, nem suavidade, nem a defesa racional (que não tem de ser suave, nem o é na maior parte das vezes) de uma ideia: só selvajaria emocional à solta. Adorei, adorei, adorei.   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07