Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Gordos no paraíso

por Carla Hilário Quevedo, em 08.03.11

Um estudo publicado na revista The Lancet mostra que a taxa de obesidade no mundo tem aumentado nas últimas três décadas, sobretudo nas ilhas tropicais. O país mais gordo do mundo é a República de Nauru. As ilhas Cook, Tonga, Samoa, a Polinésia Francesa e a República de Palau seguem de perto. Várias ilhas do Caribe, incluindo as Bermudas, Porto Rico e São Cristóvão e Nevis também se incluem na categoria de obesos. A explicação não é complicada. São ilhas pequenas, há pouco  descobertas como paraísos turísticos. Primeiro importaram a comida dos países colonizadores e depois a que os turistas pediam: a fast-food. Habituado a trabalhar muito e a comer pouco embora bem – peixe, fruta, etc. – o metabolismo dos autóctones enlouqueceu. Ainda por cima, exibir um corpo bem nutrido nestas regiões é sinal de riqueza e poder. Os queques eram gordos, os betinhos queriam engordar e os pobres enchiam a barriga para serem aceites pelas boas famílias. O mais interessante é a solução proposta pelos investigadores ser a educação alimentar e a promoção da vida saudável. Digo interessante porque, se não funciona na América nem na Europa, por que carga de água haveria de funcionar no paraíso?

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 4-3-11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:06