Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Corpos elegantes

por Carla Hilário Quevedo, em 05.07.11

Li um artigo curioso no site The Daily Beast sobre a eterna suspeita de que a dieta alimentar baseada na restrição de calorias retarda o envelhecimento. O problema está em confirmar esta intuição de um modo científico num ser humano. Imagino que teríamos de acompanhar as vidas de dois grupos de pessoas com hábitos alimentares idênticos entre si mas diferentes entre cada grupo. Um comeria o estritamente necessário à sobrevivência. O outro andaria à solta nos McDonald’s da vida. É uma experiência impossível de realizar. É possível, no entanto, imaginar as consequências de uma dieta caloricamente restritiva. Como diz Susan B. Roberts no artigo, a anorexia é o maior perigo da dieta espartana. A restrição obriga ao jejum e poucos são os que jejuam de uma maneira saudável. É ainda possível prever uma série de complicações para o grupo que só come a chamada comida rápida. Ao pouco que sabemos sobre o tema, juntamos uma experiência feita com animais não humanos. Os que ingeriam só as calorias de que precisavam viviam mais tempo e até o pêlo ficava branco mais tarde. Havemos de morrer magros, com o cabelo de cor natural e saudáveis. Resta saber como vamos viver.

 

Publicado na Tabu, Cinco Sentidos, 1-7-11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15