Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Carla Hilário Quevedo, em 26.05.04
Vestir ou opinar é indiferente



A minha querida Papoilinha não gosta de mules de salto alto. Pois, em princípio não será um sapato que me agrade, nem se adequa àquilo que gosto de calçar e de vestir, mas (e eis que a célebre adversativa é aplicada num tema de importância vital) depende. E depende sobretudo de quem calça as ditas mules. Imagino, por exemplo que a Uma Thurman poderá calçar desde a sandália mais foleira à t-shirt mais desinteressante que estará sempre bem. Digamos que há mulheres que resistem a tudo porque são elas próprias especiais. Parece-me que no caso das opiniões a situação é semelhante. Uma vez, um amigo que muito estimo e que tem uma influência extraordinária sobre mim, disse um disparate óbvio. E insistiu nele. Só pensava que uma pessoa de tamanha clarividência só podia dizer aquilo por alguma razão. Não era a possibilidade de engano que me impressionava, mas que até o disparate lhe ficava bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:29